Bolsas

Câmbio

Ibovespa volta aos 66 mil pontos com alta de bancos

A divulgação do balanço trimestral do Itaú Unibanco disparou ordens de compra de ações do sistema financeiro. Os papéis preferenciais do Itaú subiram 3,20% e tiveram o maior giro financeiro do Ibovespa, de R$ 639,02 milhões. As demais ações do setor financeiro também subiram e ajudaram a sustentar a alta de 0,90% do Ibovespa aos 66.516 pontos, o maior patamar desde o início da crise política, em 17 de maio. O giro financeiro do Ibovespa ficou em R$ 5,6 bilhões.


O resultado do Itaú no segundo trimestre foi um lucro de R$ 6,2 bilhões, alta de 10,7%, e os dados do balanço mostraram redução da inadimplência. Como a participação do Itaú na composição do Ibovespa é de 10,82%, a alta das ações influenciou de maneira positiva o comportamento do índice. As ações preferenciais da Itausa, controladora do banco, subiram 3,24%. "A alta da bolsa de hoje foi um movimento concentrado nos bancos, não houve uma valorização de todos os papéis do índice", diz Ari Santos, gerente de mesa Bovespa da H.Commor DTVM.


De acordo com operadores, além do resultado financeiro positivo, as ações do Itaú tinham um desempenho inferior a seus pares e agora passaram por uma correção de preços. Depois do evento de maio, as ações do Itaú passaram a cair. Naquele momento, muitos gestores reviram as carteiras de investimentos e trocaram os papéis dos bancos pelas ações do Bradesco, por exemplo.


Assim, a ação do Itaú passou a acumular uma perda de 2,23%, enquanto o papel ordinário do Bradesco subiu 2,23%, as ações preferenciais recuaram 2,05%. Também durante o ano, Bradesco mostrou mais força: enquanto Itaú tem alta de 15,97%, Bradesco ON sobe 16,09% e Bradesco PN ganha 17,09%. "A bolsa está recuperando a diferença de preços depois do início da crise institucional. É possível que o índice retome a trajetória de alta rumo aos 70 mil pontos", diz Leandro Martins, analista-chefe da corretora Nova Futura.


As ações ordinárias do Banco do Brasil tiveram ganho de 2,09%. Os papéis da estatal também sofreram queda no preço desde o início da crise. As ações preferenciais do Bradesco subiram 1,23% e os papéis ordinários tiveram alta de 0,50%. Os papéis do sistema financeiro de segunda linha também foram influenciados pelas altas do setor. As ações preferenciais do Banco ABC subiram 0,73% e os papéis PNB do Banrisul ganharam 1,44%.


Outro destaque de alta foi a ação da Suzano Papel e Celulose, que subiu 7,42%, depois que a empresa anunciou a migração para o Novo Mercado. A companhia fará a troca de uma ação preferencial por uma ação ordinária. A alta a ação contaminou de maneira positiva os demais papéis do setor. As ações da Fibria subiram 4,17% e a das Klabin tiveram alta de 1,19%.


O desempenho positivo do setor financeiro limitou as perdas das ações do setor de commodities. Os papéis PNA da Vale caíram 0,93% e os papéis ordinários recuaram 0,77%, depois da alta expressiva do dia anterior. As ações preferenciais da Petrobras tiveram baixa de 1,28% e as ações ordinárias perderam 0,87%.


No mesmo passado, a bolsa brasileira teve a maior valorização entre os países emergentes. O MSCI Brazil, índice que replica quase integralmente o Ibovespa e é cotado em dólar, subiu 10,85%. O país com a segunda melhor valorização no mercado acionário foi o Chile, cuja bolsa subiu 8,8% no período. O mercado de ações da China ficou com a terceira maior alta do mês passado, de 8,3%. Como comparação, o índice de mercados emergentes teve alta de 5,4% em julho. No ano, o MSCI Brazil sobe 12,73%, o que mostra que boa parte da valorização da bolsa no ano ocorreu no mês passado.


A B3 divulgou a primeira previa do Ibovespa que vai vigorar entre 4 de setembro e 28 de dezembro deste ano, com base no fechamento do pregão do dia 31 de julho. A prévia do Ibovespa registra a entrada das unit da Taesa, totalizando 60 ativos de 56 empresas.


Os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do índice foram: Itaú Unibanco PN (10,795%), Bradesco PN (8,150%), Ambev ON (7,154%), Vale PNA (5,223%) e Petrobras PN (5,046%).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos