Dólar está acima de R$ 3,12 e juros futuros têm avanço moderado

O dólar retoma a alta ante o real nesta sexta-feira. Os números do relatório do mercado de trabalho dos Estados Unidos amparam o movimento, com valorização quase generalizada da moeda americana ante divisas globais. Os emergentes, entretanto, registram perdas mais moderadas, e alguns papéis até ganham terreno. Isso porque, por ora, não parece ter sido revertida a leitura de que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) só voltará a elevar juros no ano que vem.


Profissionais de mercado apontam que, no Brasil, há ainda algum ajuste por causa da tendência recente de apreciação do real. Nas últimas semanas, o câmbio voltou a operar em níveis anteriores ao estouro da crise política, mas o dólar ainda mostra alguma dificuldade para cair abaixo de R$ 3,11.


Como é de costume às sexta-feira, o movimento também conta com alguma cautela nos negócios antes do fim de semana. Em geral, as operações acabam sendo mais defensivas por causa do risco de aparecerem novidades, principalmente na política, enquanto o mercado está fechado.


Às 11h55, o dólar comercial avançava 0,35%, a R$ 3,1238.


O contrato futuro para setembro tinha elevação de 0,37%, a R$ 3,1415.


O DI janeiro/2021, por sua vez, estava em 9,180% (9,150% no ajuste anterior). ODI janeiro/2018 registrava 8,190% (8,185% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2019 mostrava 7,990% (7,960% no ajuste anterior).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos