Dólar é negociado em alta e sai na casa de R$ 3,13

Depois de mostrar viés de baixa nos primeiros negócios, o dólar comercial mudou de direção e registrava valorização - às 10h30, a moeda americana estava cotada a R$ 3,1313, alta de 0,19%.


Os agentes financeiros observam também novos sinais sobre o rumo dos preços, comoresultado do IGP-DI de julho, que caiu 0,30%. O recuo foi menor que o esperado por algumas grandes instituições, que previam baixa de cerca de 0,40%. Agora, agentes financeiros aguardam os números do IPCA, na quarta-feira, que têm peso maior nas apostas para política monetária.


No mercado de juros futuros, por volta das 10h30, o DI janeiro/2018 operava a 8,190%, estável, e o DI janeiro/2019 marcava 8,050% (8,030% no ajuste anterior).O DI janeiro/2021, por sua vez, exibia 9,250% (9,220% no ajuste anterior).


No Brasil, há ainda a cautela com a situação fiscal enquanto se discute a possibilidade de revisão da meta fiscal e esforços do governo para ajuste de contas públicas.


Para o câmbio, o movimento amplo de baixa do dólar é atribuído à leitura de que o Federal Reserve (Fed, banco central americano) não deve elevar juros novamente neste ano. Os mercados americanos precificam menos de 50% de chance de um aperto monetário em 2017.


Por outro lado, os dados mais fracos do que o esperado da balança comercial da China voltam a gerar preocupações com um possível abrandamento da demanda externa por bens da segunda maior economia mundial. Assim, o recuo ante boa parte das emergentes e divisas commodities é apenas moderado, em comparação com a variação de outros papéis.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos