Bolsas

Câmbio

BNDES busca recurso no exterior com volume inicial de R$ 5 bi em 2018

(Atualizada às 12h57) O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, informou na manhã desta quarta-feira que a instituição pretende captar recursos no exterior para repassar a empresas brasileiras. Segundo ele, os recursos serão repassados para empresas de todos os portes.


"O BNDES, que é um banco lucrativo, tem um rating igual ao da União. Gostaríamos que fosse superior para não precisarmos pegar recursos em TLP, porque há muito recurso internacional que um banco pode repassar, e vai repassar, e vai captar para repassar para pequenas, médias e, sem xenofobia, para as grandes também, e para exportações de serviços", disse durante o Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex), no Rio.


Segundo ele, a operação de captação começa com um montante da ordem de R$ 5 bilhões.




A captação de recursos no mercado externo depende de alguns ajustes, disse Rabello de Castro. "Só preciso arrumar mais a visibilidade internacional do banco tendo em vista que a meu ver, como ex-classificador de risco de crédito, considero que o risco de crédito do banco, isolado individualmente, é melhor que o risco da República. Temos mesma condição de liquidez e menos carga de problemas", disse.


Essa situação permite ao banco captar com custos menores, afirmou. Rabello de Castro disse que, para captar, o banco tem que ter condições de ter ativos que possam honrar captações externas, independentemente da condição de pagar do BC.


Ajuste fiscal







Durante o evento, o presidente do BNDES defendeu o ajuste fiscal do governo pelo lado da despesa. A declaração foi feita um dia após o Planalto ter anunciado e posteriormente negado que estudava um aumento de alíquota de Imposto de Renda. "O conserto começa na máquina publica brasileira", afirmou,



Rabello de Castro disse constatar que há incompetência do país em realizar as reformas necessárias, como a tributária e previdenciária, e acrescentou haver incapacidade de fazer o custo do sistema de máquina pública caber no PIB.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos