Bolsas

Câmbio

Relator da denúncia contra Temer pede para sair do PMDB

Após a Executiva do PMDB decidir suspendê-lo de suas atividades partidárias por 60 dias, o relator da denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), deputado Sergio Zveiter (PMDB-RJ) apresentou, nesta sexta-feira (11), um pedido de desfiliação da legenda.


No documento que enviou ao presidente do PMDB do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, o deputado federal afirma que, após ter apresentado parecer pela admissibilidade da denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Temer na comissão, sofreu ameaças de represálias e de expulsão oriundas da direção partidária e de outros membros do PMDB que votaram pelo arquivamento da denúncia.


"Apresento meu pedido de desfiliação dos quadros do PMDB, requerendo que seja imediatamente retirado o meu nome da lista de filiados a ser encaminhada à Justiça Eleitoral", escreveu Zveiter.


Para justificar seu pedido de desfiliação, o deputado afirma ter se espantado com a reação do PMDB por ter seguido um posicionamento contrário à orientação da legenda.


"Causa maior espanto o autoritarismo com que esse posicionamento foi adotado, em postura abusiva, como se a Câmara e seus deputados estivessem subjugados aos interesses de outro poder, na tentativa de subtrair a autonomia e independência entre os poderes concedida pela Constituição", afirmou Zveiter, acrescentando que sofreu "evidente discriminação pessoal e perseguição política".


Nos bastidores, o parlamentar está em conversas avançadas para ingressar no Podemos, PDT ou PSD.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos