Bolsas

Câmbio

Eletrobras e proposta de TLP geram impacto na bolsa e no dólar

O Ibovespa segue em sua trajetória de alta: rompida a resistência dos 69.500 pontos, o índice ingressa numa tendência positiva de curto prazo, confirmando a leitura de analistas. O conjunto de notícias divulgadas nos últimos dois dias - com destaque para a privatização da Eletrobras - criou o ambiente mais favorável ao mercado de ações, ainda que muitas dúvidas continuem no radar.


Às 13h50, o Ibovespa subia 0,63%, aos 70.921 pontos, mas chegou a tocar a máxima de 70.960 pontos.


Para analistas, a Vale e a Petrobras também estão em tendência de alta.As razões para esse movimento positivo, segundo profissionais, se baseia nos sinais favoráveis emitidos pelo governo na direção de uma politica econômica ainda mais liberal. E a decisão de privatizar a Eletrobras tem grande importância nessa leitura.


Hoje, após um forte ajuste, as ações da Eletrobras voltam a ser destaque de alta na bolsa. Às 13h50, a ação ON subia 3,55% para R$ 19,53, enquanto o papel PNB ganhava 1,17%, para R$ 21,65. Analistas consideravam que, passados os ajustes, a ação poderia oscilar ao redor dos R$ 20,00 no curto prazo, à espera por mais detalhes sobre a operação.


Gerdau, por sua vez, devolve parte da forte alta de ontem, quando o mercado reagiu à informação de que haveria um anúncio da empresa hoje. A notícia: a família deixará a diretoria executiva para se concentrar no conselho e Gustavo Werneck, diretor da unidade Brasil, será o novo presidente executivo. Trata-se de um nome que agrada ao mercado.


A Gerdau PN operava em alta de 0,43%, depois de subir 2,46% ontem, e Gerdau Metalúrgica cedia 1,21%, após valorização de 7,42% ontem.


Câmbio


O dólar opera bem próximo da estabilidade nesta quinta-feira, mantendo-se abaixo de R$ 3,15. Profissionais de mercado apontam que o ambiente de negócios no Brasil está mais positivo após a aprovação da proposta da Taxa de Longo Prazo (TLP) em comissão especial do Congresso e o anúncio do pacote de privatização do governo. Com forte descompressão do dólar na véspera, os agentes financeiros esperam agora a validação definitiva da nova taxa do BNDES no Congresso e novos sinais sobre a política monetária de países desenvolvidos.


A perspectiva é de que a TLP será aprovada por ambas as casas do Congresso mesmo que a votação dos deputados seja adiada para a próxima terça-feira, como comentou hoje o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. O governo corre contra o tempo para aprovar a medida antes de 7 de setembro, quando caduca a MP 777, que trata da questão.


A tramitação da nova taxa do BNDES contribui para a perspectiva sobre a agenda econômica do governo, sendo que o principal ponto é a mudança nas regras previdenciárias.


Por volta das 14h, o dólar comercial operava R$ 3,1355 (-0,20%).O contrato futuro para setembro, por sua vez, marca R$ 3,165, em alta 0,29%.


Juros


O tom positivo no mercado de renda fixa se estende nesta quinta-feira. Os juros futuros operam em baixa desde a abertura e se acomodam em queda firme nas mínimas do dia. A percepção de que a TLP poderia ser rejeitada parece ter diminuído consideravelmente após sua validação em comissão especial do Congresso.


"O avanço da TLP ainda precisa ser confirmado com a aprovação definitiva, mas o clima é mais positivo", diz o economista Silvio Campos Neto, da Tendências.


A conjuntura favorável aos cortes da Selic contam com sinais recorrentes de inflação baixa e de recuperação econômica apenas gradual. Divulgados hoje, os números de concessão de crédito em julho voltaram a sinalizar a lentidão na retomada econômica. A queda foi de 12,6% no mês e na média diária, uma vez que as empresas ainda estão em processo de desalavancagem.


Por volta das 14h, o DI janeiro/2018 cai a 7,930% (7,975% no ajuste anterior) e o DI janeiro/2019 recua a 7,850% (7,940% no ajuste anterior).O DI janeiro/2021, por sua vez, opera em 9,290% (9,380% no ajuste anterior).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos