Bolsas

Câmbio

CNI aponta melhora em faturamento e uso da capacidade; renda cai

Os resultados da pesquisa Indicadores Industriais, realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) no setor, relativos a julho foram majoritariamente positivos, diz a entidade em relatório publicado no seu site.


Cresceram, em comparação ao mês anterior: a quantidade de horas trabalhadas na produção (0,7%), faturamento real (1,7%), emprego (0,1%) e utilização da capacidade instalada (0,3 ponto percentual). Foi o terceiro mês consecutivo em que o emprego industrial não registrou, após as revisões dos resultados de maio e junho), diz a CNI.


Tiveram queda na mesma base de comparação: massa salarial real (-1,2%) e rendimento médio real (-1,4%), interrompendo a sequência de resultados positivos (de quatro meses consecutivos, no caso do rendimento), segundo a confederação.


"Desde o início de 2017 nota-se que o quadro de atividade da indústria segue caracterizado pela volatilidade, ou seja, os indicadores alternam variações mensais positivas e negativas", diz o boletim. "Esse desempenho mantém a atividade em patamar baixo, inferior ao registrado em 2016."


No acumulado do ano, o faturamento industrial recua 5% até julho em comparação ao mesmo período em 2016. No mesmo período, o emprego teve perda de 3,7% e as horas trabalhadas mostraram queda de 3,3%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos