Bolsas

Câmbio

Termina depoimento de Miller; advogado se indigna com pedido de prisão

Terminou por volta da 1h deste sábado o depoimento do ex-procurador da República Marcelo Miller na Procuradoria Regional da República da 2ª Região, no Rio de Janeiro. O depoimento, que começou por volta de 15h30, durou quase dez horas.


Em áudio de diálogo entre os executivos Joesley Batista, um dos donos da J&F, e Ricardo Saud, ex-diretor de Relações Institucionais da empresa, entregue aparentemente por descuido à Procuradoria-geral da República, Joesley implica o ex-procurador em irregularidades. O empresário sugere ter sido doutrinado, juntamente com seu irmão Wesley, por Miller para fazer gravações relacionadas ao presidente Michel Temer.


À saída do depoimento, seu advogado, André Perecmans, disse que Miller respondeu a todas as perguntas e que ele é inocente.


Sobre o pedido de prisão preventiva do ex-procurador, encaminhado pelo procurador geral da República, Rodrigo Janot, na noite de sexta-feira ao ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), Perecmans demonstrou indignação: "Causou espécie o pedido, que soube pela imprensa. Para que esse longo depoimento então? O que ele tinha a dizer não vale nada?", protestou, conforme reportagem exibida na madrugada deste sábado pela TV Globo.


Miller é suspeito de favorecer a JBS enquanto ainda era membro do Ministério Público Federal. Ele pediu exoneração para atuar no escritório que negociou o acordo de leniência da J&F, holding à que pertence a JBS.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos