Bolsas

Câmbio

Produção em unidade da Braskem no Texas segue paralisada após Harvey

Uma das três fábricas de polipropileno (PP) da Braskem no Texas, nos Estados Unidos, segue paralisada após a passagem do furacão Harvey, no fim de agosto, que provocou inundações na região de Houston e levou ao fechamento de boa parte dos complexos petroquímicos e refinarias instalados na costa do Golfo americano.


A unidade de Seadrift, com capacidade de produção de 225 mil toneladas, não foi danificada pela passagem do furacão, mas parte da infraestrutura que a atende foi atingida. Diante disso, a fábrica está paralisada há mais de uma semana.


A maior fábrica da Braskem no Texas fica em La Porte e a operação, de 350 mil toneladas anuais de PP, não foi afetada nem suspensa. Já em Oyster Creek, que pode produzir 336 mil toneladas por ano da resina, houve fechamento preventivo temporário, mas as atividades já foram retomadas plenamente.


As três unidades estão situadas a uma distância de até 350 quilômetros de Houston. A Braskem tem outras duas unidades nos Estados Unidos, na Pensilvânia e West Virgínia, que não foram afetadas.


Para compensar a redução da produção naquela região, a Braskem ampliou as exportações de PP do Brasil para o mercado americano. A petroquímica também tem direcionado um volume maior de polietileno produzido no México para os Estados Unidos, beneficiando-se da escassez de oferta da resina, por causa do fechamento de fábricas de outros produtores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos