Bolsas

Câmbio

Sindicato dos bancários critica Doria sobre fusão de BB e Caixa

O Sindicato dos Bancários divulgou nota criticando as declarações do prefeito de São Paulo, João Doria, que defendeu, nesta terça-feira (12), a fusão do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. "Não vejo razão para o Brasil ter dois bancos", disse o tucano, em evento com empresários do setor de infraestrutura.


Para o sindicato, qualquer estratégia de governo deveria estar centrada no papel dos bancos públicos no financiamento da indústria nacional, na aquisição da casa própria, na agricultura familiar e na melhoria da infraestrutura.


"Privatizar os bancos públicos não nos permitirá sair da crise, mas pelo contrário, irá aprofundar a recessão na medida em que enfraquece o mercado interno e a infraestrutura social e econômica que nos fizeram avançar na última década", afirma o Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e região, em nota.


Doria não falou em privatização da Caixa ou do BB, mas em uma fusão e manutenção como um único banco público. A eventual operação, segundo Doria, precisaria ser embasada por um estudo técnico, "não pode ser feita de sopetão".


Para o sindicato, os bancos públicos realizam políticas anticíclicas em momentos de crise, auxiliando no acesso a casa própria, barateando a comida e auxiliando os pequenos empresários. "Defender os bancos públicos significa, portanto, defender um país melhor, mais desenvolvido, menos desigual, mais justo e mais fortalecido", acrescenta a nota.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos