Bolsas

Câmbio

Eneva quer vender ações em ofertas públicas entre R$ 13 e R$ 16

A Eneva divulgou nesta sexta-feira o prospecto preliminar de sua oferta pública primária e secundária, situando o preço por ação entre R$ 13 e R$ 16.


Segundo o documento, a oferta engloba a distribuição primária de 75,8 milhões de ações e a distribuição secundária, no âmbito de eventual colocação de ações adicionais e do lote suplementar, de 26,5 milhões de papéis.


Assim, caso a distribuição secundária ocorra em sua totalidade, a operação envolverá 102,3 milhões de papéis. Considerando a faixa indicativa de preço, serão movimentados entre R$ 1,3 bilhão e R$ 1,6 bilhão.


No prospecto, a Eneva ressalta que os recursos líquidos provenientes da oferta primária serão utilizados, em sua maioria, para o pré-pagamento de dívidas. Além disso, a companhia também pretende realizar investimentos gerais em suas atividades ordinárias.


Levando em conta os 75,8 milhões de papéis a serem distribuidos na oferta primária, a Eneva pode levantar entre R$ 985 milhões e R$ 1,2 bilhão ? considerando o centro da faixa indicativa, de R$ 14,50, a oferta irá gerar R$ 1,1 bilhão ao caixa da empresa.


Quanto à oferta secundária, a Eneva ressalta que não receberá quaisquer recursos decorrentes dela, dado que os montantes gerados na operação serão integralmente destinados aos acionsitas vendedores ? a eventual realização da oferta secundária não resultará em mudança no número de ações ou no patrimônio líquido da empresa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos