Bolsas

Câmbio

IPCA desacelera alta para 0,16% em setembro e avança 2,54% em 12 meses

A inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) desacelerou para 0,16% em setembro, após ficar em 0,19% um mês antes, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em setembro de 2016, o índice tinha subido 0,08%.


No ano, o índice tem alta de 1,78%, o menor acumulado registrado num mês de setembro desde 1998 (1,42%) e, nos 12 meses encerrados em setembro, avançou 2,54%. Neste caso, houve aceleração em relação ao registrado pelo acumulado de 12 meses até agosto (2,46%). Permanece, contudo, abaixo do piso da meta de inflação, de 3% ? o centro da meta é 4,5%, com margem de 1,5 ponto percentual.


O IPCA de setembro ficou acima da média estimada por 25 consultorias e instituições financeiras consultadas pelo Valor Data, de 0,08% de alta. O intervalo das projeções ia de aumento de 0,03% a 0,13%. No acumulado em 12 meses, a expectativa era de que a inflação ficasse em 2,46%.


O IBGE calcula a inflação oficial brasileira com base na cesta de consumo das famílias com rendimento de um a 40 salários mínimos, abrangendo dez regiões metropolitanas, além dos municípios de Goiânia, Campo Grande e de Brasília. Os preços são coletados ao longo do mês.


[module:valor_wysiwyg|src:sites/default/files/infograficos/Brasil/IPCA/IPCA_setembro2017_1165.html|width:100%|height:1165]

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos