Bolsas

Câmbio

Santander eleva de 2,5% para 3,2% projeção para PIB de 2018

O Santander revisou sua projeção para o PIB de 0,5% para 0,8% este ano e de 2,5% para 3,2% em 2018. Esse movimento ocorre, em parte, por causa da visão de que a Selic pode cair ainda mais, para 6,75%, neste ciclo de alívio monetário, segundo o economista-chefe da instituição, Maurício Molon.


No cenário anterior, a expectativa era que a taxa básica cairia para 7,5% até o fim deste ano e permaneceria nesse patamar até o encerramento de 2018.


Molon enfatiza o efeito que o juro mais baixo deve ter sobre o crédito que, segundo ele, já tem aparecido em alguns indicadores antecedentes. "Há sinais de crescimento vindo tanto da variação do crédito livre quanto da queda da inadimplência e do comprometimento de renda das famílias", diz.


O crédito para pessoa jurídica ainda não mostrou a mesma recuperação, mas o economista afirma que há também sinais de redução da inadimplência em todas as modalidades, além de uma queda de juros ainda mais forte do que no financiamento para pessoa física. "O crédito terá um papel importante na retomada do crescimento", destaca.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos