Bolsas

Câmbio

Ibovespa oscila após decisão do Fed e opera em queda

O Ibovespa oscilou após a decisão do Fed, banco central dos Estados Unidos, de manter os juros inalterados. O índice, que operava em baixa, chegou a subir 0,01% aos 74.319 pontos, minutos após o anúncio da manutenção da taxa. Mas, sem surpresas no comunicado, às 16h40, o Ibovespa recuava 0,18% aos 74.177 pontos.


Para o gestor da Platinum Investimentos, Christian Laubenheimer, a decisão já estava precificada e por isso o Ibovespa manteve o movimento negativo, puxado pelas ações do sistema financeiro. "É difícil o índice subir porque as ações dos bancos, que têm participação importante na composição do Ibovespa estão em queda", diz.


No setor financeiro, as maiores quedas estavam com os papéis do Bradesco, que divulgou o resultado financeiro hoje. As ações ON caíam 2,68% e as PN tinham baixa de 2,51%. O banco teve lucro líquido contábil de R$ 2,8 bilhões no terceiro trimestre, queda de 10,9% em relação a 2016.


A única alta do setor era das unit do Santander, que subiam 1,89% cotadas a R$ 29,15. O J.P. Morgan elevou hoje a recomendação para as units do banco de neutra para uma avaliação acima da média do mercado, equivalente à compra, e também o preço alvo dos ativos, de R$ 27 para R$ 33.


O Fed decidiu por unanimidade manter a taxa de juros inalterada entre 1% e 1,25% ao ano. O Fed informou que os riscos para o cenário econômico estão "equilibrados no geral", mas a inflação está sendo monitorada de perto. Os integrantes do Fed consideram que a economia americana está sólida, mas não deu nenhuma pista sobre planos para o encontro de dezembro. A expectativa do mercado financeiro é de que o Fed suba os juros na próxima reunião do ano.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos