Bolsas

Câmbio

Vendas do varejo caem 0,9% e têm pior outubro desde 2008, nota IBGE

O volume de vendas no varejo recuaram 0,9% em outubro, na comparação com o mês anterior, pela série com ajuste sazonal, mostrou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi o pior outubro desde 2008, quando o setor registrou queda de 1%.


O dado de setembro foi revisado de alta de 0,5% para avanço de 0,3%. Também houve revisão, na série ajustada, do indicador referente aos meses de julho (+0,1% para estabilidade) e agosto (-0,4% para -0,5%).


Ante outubro de 2016, contudo, o varejo cresceu 2,5%. No acumulado do ano, o comércio varejista registrou avanço de 1,4%. Nos 12 meses até outubro, a alta acumulada foi de 0,3%, o primeiro resultado positivo desde abril de 2015, como indicou o IBGE.


As 22 consultorias e instituições financeiras consultadas pelo Valor Data previam alta de 0,2% no varejo. O resultado de outubro também ficou abaixo do piso das estimativas. O intervalo variava de queda de 0,8% a aumento de 1,2%.


Os principais recuos observados em Outros Artigos de Uso Pessoal e Doméstico (-3,5%); Tecidos, Vestuário e Calçados (-2,7%) e Móveis e Eletrodomésticos (-2,3%). Também houve baixa na atividade de Hipermercados, Supermercados, Produtos Alimentícios, Bebidas e Fumo, de 0,3%, após seis taxas positivas, período em que acumulou ganho de 5,3%.


O IBGE mostrou ainda que a receita nominal do varejo caiu 0,5% na passagem de setembro para outubro. Perante um ano antes, contudo, a receita aumentou 1%.



[module:valor_wysiwyg|src:sites/default/files/infograficos/Brasil/comercio/comercio_13122017_510.html|width:100%|height:510]

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos