ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

IGP-M acelera alta para 0,88% na segunda prévia de dezembro

18/12/2017 09h36

O Índice Geral de Preços - Mercado (IGP-M) registrou alta de 0,88% na segunda prévia de dezembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). Um mês antes, houve elevação de 0,37%. O segundo decêndio do IGP-M compreende o intervalo entre os dias 21 do mês anterior e 10 do mês de referência.


Com peso de 60% nos Índices Gerais de Preços (IGPs), o Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA) aumentou 1,20% na parcial de dezembro, ante elevação de 0,43% na mesma medição do mês anterior. Bens Finais saíram de elevação de 0,51% para 0,49%. A maior contribuição para este movimento teve origem no subgrupo combustíveis para o consumo, cuja taxa passou de alta de 7,68% para 3,30%.Bens Intermediários foram de elevação de 1,81% entre a segunda prévia de novembro para 1,23% na mesma apuração de dezembro. O destaque coube ao subgrupo combustíveis e lubrificantes para a produção (3,79% para 1,86%). AsMatérias-Primas Brutas tiveram elevação de 2,09%, invertendo a direção tomada um mês antes, de baixa de 1,34%.


Com 30% de peso no IGP-M, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) subiu 0,31% no segundo decêndio de dezembro, ante 0,23% no mesmo período do mês anterior. Cinco das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A principal contribuição partiu do grupo Educação, Leitura e Recreação (-0,20% para 0,78%). Nessa classe de despesa, o destaque coube para o item passagem aérea (-10,06% para 16,70%).


Com os 10% restantes do IGP-M, o Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) avançou 0,27% na segunda prévia de dezembro, ante 0,28% em intervalo correspondente do mês anterior. O índice relativo a Materiais, Equipamentos e Serviços teve elevação de 0,52%, abaixo do resultado da parcial de novembro, de 0,62%. O índice que representa o custo da Mão de Obra aumentou 0,06%.

Mais Economia