ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Ibovespa avança mais de 1%, com Embraer em destaque

02/01/2018 12h09

O cenário de atividade econômica ainda favorável e a trégua sazonal do noticiário político - tema que pesou sobre os mercados nas últimas semanas de 2017 - abrem espaço para que o Ibovespa volte a subir.


O desempenho de empresas com grande peso como Vale, Petrobras e bancos contribuía para esse ganho, embora o destaque hoje volte a ser Embraer ON, que avançava 3,25%, sob efeito ainda da notícia sobre a parceria com a americana Boeing.


Esse comportamento da bolsa contraria o que costuma ser um início de ano padrão. Depois de um rali no encerramento de um ano, é natural que o índice passe por uma realização de lucros na primeira semana do calendário seguinte, período em que o volume de negócios, inclusive, fica bastante reduzido. Desta vez, no entanto, o noticiário político e o adiamento da reforma da Previdência acabaram atrapalhando o desempenho da bolsa. Com o surgimento de mais sinais favoráveis à atividade, o mercado encontra tração.


Um exemplo é a melhora do Índice de Confiança Empresarial (ICE), da FGV, que avançou 1,2 ponto em dezembro, para 93,1 pontos, o maior nível desde abril de 2014, após seis meses consecutivos de alta.


Também merece atenção o resultado da pesquisa Focus, que mostra leve alta na estimativa para crescimento da economia brasileira em 2017, de 0,98% para 1%, e para 2018, de 2,68% para 2,70%.


Às 11h03, o Ibovespa subia 1,15%, para 77.284 pontos.Vale ON ganhava 1,24%, Petrobras ON subia 0,65% e Petrobras PN tinha valorização de 0,93%.


Entre os bancos, Banco do Brasil ON subia 2,45%, Bradesco ON ganhava 0,87%, Bradesco PN avançava 1,45%, Itaú tinha elevação de 1,84% e Santander registrava alta de 1,60%.


Entre as baixas, Lojas Americanas cediam 2,17%.

Mais Economia