Bolsas

Câmbio

Inflação pelo IPC-S sobe na primeira prévia de janeiro

O Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) da quadrissemana até 7 de janeiro apresentou variação de 0,31%, ou 0,10 ponto percentual (p.p.) acima da taxa registrada na última divulgação, do fechamento de dezembro, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), em relatório nesta segunda-feira (8).


Nessa apuração, cinco das oito classes de despesa componentes do índice apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição partiu do grupo Alimentação (0,27% para 0,60%). Nessa classe de despesa, a FGV destaca o comportamento do item hortaliças e legumes, cuja taxa passou de queda de 0,29% para alta de 3,25%.


Também registraram acréscimo em suas taxas de variação os grupos: Habitação (-0,33% para -0,23%), Educação, Leitura e Recreação (0,37% para 0,47%), Comunicação (-0,07% para 0,12%) e Despesas Diversas (0,21% para 0,28%). Nessas classes de despesa, o destaque do relatório é para o comportamento dos itens: tarifa de eletricidade residencial (-2,93% para -2,38%), cursos formais (0,00% para 1,19%), tarifa de telefone residencial (-1,01% para -0,30%) e alimentos para animais domésticos (1,89% para 2,67%), respectivamente.


Em contrapartida, os grupos: Transportes (0,78% para 0,71%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,45% para 0,43%) e Vestuário (0,11% para -0,10%) apresentaram decréscimo em suas taxas de variação. Nessas classes de despesa, as maiores contribuições partiram, respectivamente, dos itens: gasolina (2,07% para 1,72%), serviços de cuidado pessoal (0,67% para 0,47%) e roupas (0,17% para -0,14%).


A próxima divulgação do IPC-S ocorre no dia 16, com dados coletados até 15 de janeiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos