Bolsas

Câmbio

IPP sobe 0,46% em dezembro e acumula alta de 4,18% em 2017

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que inclui preços da indústria extrativa e de transformação, subiu 0,46% em dezembro de 2017, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta terça-feira. Com o resultado, o índice acumulou alta de 4,18% em 2017, maior resultado desde 2015 (8,81%).


No penúltimo mês de 2017, o IPP havia subido 1,40% perante outubro, taxa revisada de alta de 1,43% divulgada anteriormente.


O indicador mede a variação dos preços dos produtos na "porta das fábricas", sem impostos e frete, da indústria extrativa e de 23 setores da indústria de transformação.


Isoladamente em dezembro, o IPP da indústria extrativa subiu 4,59%, após queda de 3,20% no mês anterior. Desta forma, acumulou alta de 11,54% no ano.


Na indústria de transformação, por sua vez, os preços aumentaram 0,30% em dezembro, após subirem 1,59% um mês antes. Assim, terminaram 2017 com avanço de 3,91%.


A pesquisa também mede o comportamento de preços de bens de capital, que tiveram alta de 4,26% em 2017.Os bens de consumo subiram 0,51% no acumulado do ano (4,34% em bens de consumo duráveis e queda de 0,63% nos semiduráveis e não duráveis) e os bens intermediários registraram elevação de 6,53%.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos