ipca
-0,21 Nov.2018
selic
6,5 31.Out.2018
Topo

Contra criminalidade, Multiplan tem até 200 seguranças por shopping

01/03/2018 15h03

O presidente da Multiplan, Jose Isaac Peres, lamentou nesta quinta-feira (1º) o aumento na violência no Rio de Janeiro, sede do grupo, e disse que tem até 200 seguranças por shopping center no país.


No portfólio da companhia, centros de compras como o Barra Shopping e Village Mall (no Rio), Morumbi Shopping e Shopping Vila Olímpia (em São Paulo) e o Parkshopping (em Brasília).


Isaac Peres considera a intervenção federal positiva, apesar da percepção de uma violência fora de controle não corresponder à realidade.


"Foi de certa forma positiva para o Rio [a intervenção], apesar de não ser o Estado com o maior índice de violência, há outros em situação pior", afirmou o executivo, durante teleconferência de resultados do 4º trimestre. "A dimensão e a publicidade que se dá nem sempre corresponde aos fatos reais. Parece que você tem que chegar aqui de capacete e colete, mas não é nada disso. Tem certas regiões da cidade mais violentas."


A maioria dos empreendimentos da empresa são localizados em bairros nobres do Rio.


"O que houve foi que a crise econômica piorou muito a situação aqui, deixaram de pagar salário de policial, mas estamos normalizando isso e acho que vai ser resolvido. O Rio já passou por crise bem piores e saiu disso. Não está tão ruim assim", afirmou.


A direção da empresa mencionou que o desempenho dos empreendimentos na cidade tem estado superiores a de outras regiões e não sentiu impacto piora da violência em determinadas regiões.


A empresa publicou na noite de ontem seus resultados. O lucro líquido alcançou R$ 135 milhões de outubro a dezembro, um crescimento de 58,6% sobre o mesmo período do ano anterior, devido principalmente à diminuição de 41,8% na despesa financeira líquida e a uma menor taxa efetiva de imposto de renda, dada a provisão de R$ 65 milhões em juros sobre o capital próprio. A receita líquida subiu 4% para R$ 323,5 milhões.


Críticas


A administração rebateu na teleconferência as críticas de que as vendas "mesmas lojas" (pontos em operação há mais de um ano) ficaram abaixo do estimado por analistas.


Na empresa, as vendas "mesmas lojas" de outubro a dezembro cresceram 2,7% no quarto trimestre de 2017 em relação ao ano anterior, uma desaceleração frente aos 7,3% do terceiro trimestre, fato que decepcionou os investidores, destacou relatório do Credit Suisse, semanas atrás.


"Temos que pensar então, que seria melhor ter crescido menos no ano anterior, e ter uma base menor, para então ter uma taxa melhor?", perguntou Armando d'Almeida Neto, diretor vice-presidente financeiro e de relações com investidores, complementando que as vendas de lojistas na empresa crescem a 43 trimestres seguidos.


A companhia voltou a informar que começou a construir o ParkShopping Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, em dezembro, seu 20º shopping center, que será desenvolvido na região de Jacarepaguá, na cidade do Rio. O empreendimento terá uma Área Bruta Locável (ABL) de aproximadamente 41 mil metros quadrados e a inauguração está prevista para novembro de 2019. O investimento será de R$ 500 milhões.


Para Isaac Peres, o país retomou o crescimento econômico e a credibilidade internacional desde o início do atual governo.

Mais Economia