Bolsas

Câmbio

Pão de Açúcar vai premiar cliente que atingir metas de compras no mês

O Grupo Pão de Açúcar apresenta nesta quinta-feira (1º) uma nova ação comercial que envolve entrega de prêmios a clientes na tentativa de elevar a venda, especialmente entre consumidores já ativos de sua base virtual de clientes. É a segunda ferramenta lançada em menos de seis meses pelo grupo na operação de varejo de supermercados e hipermercados, desde a apresentação do sistema "Meu Desconto".


Esta nova ação está relacionada diretamente com o "Meu Desconto", disponível nos aplicativos dos programas de fidelidade Clube Extra e Pão de Açúcar Mais.


A operação alimentar de supermercados e hipermercados tem sido foco de maior atenção da empresa nos últimos meses, considerando efeitos já verificados nos resultados com a deflação de alimentos, que reduziu a receita líquida nominal das redes de varejo em geral no ano passado.


Os usuários desse aplicativo da empresa poderão receber prêmios se atingirem determinada meta de vendas nas lojas do Pão de Açúcar e do Extra. Na ação, batizada de "Meus Prêmios", o consumidor tem metas em valor de vendas a cumprir mensalmente e, ao atingi-las, será contemplado com descontos em produtos ou serviços, dentro e fora das lojas da empresa ligadas ao braço de Multivarejo (só o Assaí não faz parte da ação).


O resgate poderá ser em mercadorias ou serviços de companhias como Natura, 99 Taxi e Editora Abril, entre outros (foram cinco acordos fechados até agora). Também pode ser trocado por produtos das lojas da empresa.


Questionado se a empresa vai subsidiar parte desses "vouchers" gerados,Jorge Faiçal, diretor de marketing da divisão alimentar do GPA,diz que o ganho obtido com o aumento na venda mensal aos clientes deve ser maior do que a participação da empresa no valor do prêmio concedido. Ao final, portanto, o saldo tende a ser positivo, disse.


Cálculos foram feitos nesse sentido para que a ação possa ser rentável ? a iniciativa está internamente em teste desde outubro com parte dos funcionários, afirma Faiçal.


Cada cliente terá metas customizadas, de acordo com o perfil de compra, e isso será possível por meio do cruzamento de uma base de informação digital que o grupo já tem de 14 milhões de consumidores cadastrados em seus programas de descontos.


A base de clientes ativos deve ser foco da operação, no sentido de que pode ajudar a ampliar o volume vendido de consumidores já cadastrados, mas Faiçal disse que a iniciativa tem efeito também de trazer "entrantes" para a base, já que ela é aberta a todos os consumidores que "baixam" o "Meu Desconto".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos