Bolsas

Câmbio

MP investiga ameaças ao padre Julio Lancellotti em São Paulo

O Ministério Público de São Paulo informou nesta quarta-feira (21) que começou a investigar ameaças de agressão e morte ao padre Julio Lancellotti, coordenador da Pastoral do Povo de Rua da Arquidiocese de São Paulo, e que há mais de 30 anos atua na defesa dos direitos da população de rua da cidade de São Paulo.

Em seu perfil na rede social, o padre compartilhou fotos com mensagens de ameaças que recebeu, como "morte ao padre Julio", e "morte ao padreco". Além das ameaças de violência, há outros posts que o acusam de uso de drogas e alguns que sugerem que o padre "pegue os pedintes e coloque para morar na igreja" ou na casa dele.

O Ministério Público de São Paulo diz que recebeu ontem (20) um ofício endereçado ao procurador-geral do Ministério Público de São Paulo, Walter Paulo Sabella, e ao subprocurador de Políticas Criminais e Institucionais, Mário Luiz Sarrubbo, informando a respeito das ameaças e pedindo providências.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos