Bolsas

Câmbio

Dólar supera R$ 3,31 em meio a tensão comercial

O dólar fechou a semana com alta de mais de 1%, depois de cinco dias de aumento de tensões comerciais no mundo que abalaram a convicção de investidores na força da economia mundial.

O crescimento sincronizado global vem sendo citado como argumento para a demanda por ativos mais arriscados, como ações e moedas de países emergentes. Nesta semana, porém, a deflagração de uma guerra comercial dos EUA com a China colocou em xeque o ritmo de expansão do comércio exterior e levantou dúvidas sobre o impacto negativo em mercados emergentes.

Divisas mais sensíveis à dinâmica dos fluxos globais e mais dependentes de financiamento externo foram as mais afetadas. A lira turca bateu mínimas históricas ante dólar e euro e caiu ao menor patamar em quatro meses frente ao real.

Em queda de 1,18% na semana, o real amargou o terceiro pior desempenho no período: lira turca (-1,75%) e won sul-coreano (-1,22%) sofreram desvalorizações mais intensas.

No fechamento desta sexta-feira, o dólar comercial subiu 0,31%, a R$ 3,3173. É o maior patamar desde 22 de dezembro do ano passado (R$ 3,3345).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos