Bolsas

Câmbio

Ibovespa perde força no fim do pregão e termina em queda

Após passar boa parte do dia no campo positivo, o Ibovespa não resistiu à pressão exercida pelas bolsas americanas e terminou o dia em queda. Apesar disso, o mercado brasileiro tem mostrado resistência ao pessimismo externo: enquanto Nasdaq, Dow Jones e S&P 500 acumularam perdas de mais de 5,5% na semana, o Ibovespa recuou menos de 1% nos últimos cinco dias.

O mau desempenho dos mercados globais está relacionado aos temores quanto a uma guerra comercial entre Estados Unidos e China. Na quinta (22), o presidente Donald Trump anunciou um plano para impor tarifas de até US$ 60 bilhões sobre as importações de produtos chineses; como resposta, Pequim divulgou uma lista de produtos americanos, cujas importações chegaram a US$ 3 bilhões no ano passado, que podem ser alvo de sobretaxas.

Veja o resumo dos mercados na semana:

Nesse contexto, as bolsas americanas fecharam em queda de mais de 1,5% hoje. O Ibovespa, contudo, encerrou o dia com retração de 0,46%, aos 84.377 pontos ? na máxima, chegou a subir 0,8%, aos 85.450 pontos. O giro financeiro do indicador somou R$ 8,19 bilhões.

Com o desempenho desta sexta-feira, o índice acumula quedas de 0,6% na semana e de 1,14% no mês ? em 2018, o Ibovespa acumula valorização de 10,44%.

Fatores internos, como a perspectiva de continuidade no ciclo de cortes da Selic, deram força ao mercado brasileiro, praticamente anulando a apreensão global. Na sessão de hoje, o desempenho positivo das ações da Petrobras e do setor bancário ajudaram a evitar que o índice tivesse perdas maiores.

Destaques

Petrobras PN (+0,14%) teve o maior giro do dia, com R$ 1,15 bilhão, enquanto Petrobras ON (+0,34%) movimentou R$ 195 milhões ? os papéis da estatal foram beneficiados pela alta nas cotações do petróleo ao longo do dia. Já Itaú Unibanco PN (+0,48%) e Bradesco PN (+0,68%) foram impulsionados pela presença expressiva de corretoras estrangeiras na ponta compradora, de acordo com um operador de mercado.

Por outro lado, o segmento educacional destacou-se negativamente no pregão de hoje, com Kroton ON (-3,92%) e Estácio ON (-3,5%) liderando as perdas do Ibovespa. Os papéis foram contaminados pela forte retração de Ser Educacional ON (-21,24%) ? a companhia anunciou uma reestruturação no projeto de crescimento orgânico devido ao fraco desempenho no segundo semestre do ano passado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos