Bolsas

Câmbio

Mau desempenho no trimestre leva Ser a reduzir plano de crescimento

A Ser Educacional decidiu promover uma reestruturação no projeto de crescimento orgânico. A iniciativa foi tomada após o fraco desempenho no segundo semestre de 2017 e abaixo do esperado neste começo de ano.

"O atraso no processo governamental [Fies] impactou o desempenho neste começo do ano", disse nesta sexta-feira (23) Jânyo Diniz, presidente da Ser Educacional, durante teleconferência com analistas sobre os resultados do 4º trimestre e de 2017. A expectativa é que no máximo 2 mil alunos com Financiamento Estudantil (Fies) se matriculem em abril e estudem nesse primeiro semestre.

A Ser Educacional vai fechar campi e fundir unidades das instituições de ensino Uninassau e Joaquim Nabuco que apresentam baixa performance.

Em relação às inaugurações previstas, a companhia não vai abrir novas unidades da Joaquim Nabuco nas cidades onde já existem unidades da Uninassau. Além disso, novos campi só serão efetivamente abertos se houver boa demanda e oferta de cerca de 10 cursos considerados atrativos. A preferência será por abertura de centros universitários que têm autonomia para criar novos cursos.

A estratégia anterior da companhia era usar duas bandeiras ? Uninassau e Joaquim Nabuco?para crescer no Norte e Nordeste do país.

Por volta das 11h15 (horário de Brasília), as ações da companhia de ensino continuavam em leilão, após a queda atingir 17,73%, para R$ 24,60.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos