ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Light reverte perdas e registra lucro e receita maior no ano e 4º tri

28/03/2018 11h03

A Light registrou lucro líquido de R$ 91 milhões no quarto trimestre do ano passado, revertendo prejuízo de R$ 194 milhões alcançado em igual período de 2016, informou a companhia nesta quarta-feira (28).

Na mesma comparação, a receita operacional líquida cresceu 45,6%, para R$ 3,23 bilhões, e o Ebitda (sigla em inglês para lucros, impostos, depreciação e amortização) aumentou 148,1%, totalizando R$ 554 milhões.

No resultado anual, a Light fechou 2017 com lucro líquido de R$ 124 milhões, revertendo prejuízo de R$ 313 milhões obtido em 2016. Na mesma comparação, a receita líquida cresceu 22,3%, para R$ 10,707 bilhões, e o Ebitda aumentou 67,8%, totalizando R$ 1,694 bilhão.

Segundo a empresa, o resultado obtido no quarto trimestre pode ser explicado principalmente pelo incremento de R$ 277 milhões no Ebitda ajustado consolidado, em relação a igual período de 2016, além da variação positiva de R$ 77 milhões no resultado financeiro, em função dos juros e da inflação em 2017.

No quarto trimestre de 2017, o Ebitda ajustado consolidado da Light alcançou R$ 771 milhões, volume 56% superior ao observado nos últimos três meses de 2016. De acordo com a companhia, apesar do impacto líquido negativo de R$ 162,2 milhões do GSF (sigla em inglês que calcula o déficit de geração hídrica), o Ebitda ajustado consolidado foi influenciado positivamente pelos crescimentos do Ebitda nos negócios de comercialização e distribuição, em função da redução de perdas, gestão de despesas operacionais e da revisão tarifária ocorrida em março de 2017, além de itens não-recorrentes.

O endividamento líquido da Light ficou em R$ 7,2 bilhões no último trimestre de 2017, com alta de 15,9% ante igual período do ano passado. O nível de endividamento, medido pela relação dívida líquida/Ebitda, passou de 3,10 vezes, no terceiro trimestre do ano passado, para 3,14 vezes, no fim de dezembro.

A companhia destacou que o nível de endividamento continua abaixo do limite superior de "covenants", de 3,75 vezes, estabelecido contratualmente.

As perdas totais da Light encerraram dezembro de 2017 com 21,92%, ligeiramente inferior ao dado apurado em 31 de setembro (22%) e com queda acumulada de 2,01 pontos percentuais desde o início da atual estratégia de combate às perdas, iniciada em março de 2016.

O mercado total faturado da Light no quarto trimestre ficou em 6.559 gigawatts-hora (GWh), com alta de 0,4% em relação a igual período de 2016. Considerando apenas as vendas para o mercado cativo da companhia, o volume recuou 4,3%, para 4.917 GWh.

No resultado anual, o mercado total faturado da Light permaneceu estável, em 25.846 GWh. Já o mercado cativo recuou 4,8%, na comparação com 2016, para 19,673 GWh.

Mais Economia