Bolsas

Câmbio

PF prende amigos de Temer em operação sobre Decreto dos Portos

(Atualizada às 9h41)A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quinta-feira operação que investiga supostas irregularidades no Decreto dos Portos. Na ação, os agentes prenderam oadvogado José Yunes,amigo e ex-assessor do presidente Michel Temer,o dono da Rodrimar, Antônio Greco, além de outros alidados de Temer, comooex-ministro da Agricultura e ex-presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) Wagner Rossi e João Baptista Lima Filho, o coronel Lima.

As prisões,autorizadas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, a pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR),são temporárias e valem por cinco dias. Os detidos foram levados para a sede da PF em São Paulo e devem ser encaminhados à unidade do órgão em Brasília ainda nesta quinta-feira.

Yunes estava na capital paulista, e Grecco, na cidade de Monte Alegre, no interior de São Paulo.A PF também cumpriu mandados de busca e apreensão em imóveis de Grecco em Monte Alegre e Santos (SP), onde o empresário mantém endereços comerciais.Segundo a apuração da Polícia Federal, Grecco teria sido beneficiado pelo Decreto dos Portos.

As investigações tiveram origem nas delações de sócios e executivos do grupo J&F.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos