Bolsas

Câmbio

Mercado interno e exportação impulsionam produção de veículos

(Atualizada às 12h50) Graças à recuperação do mercado interno e a força da exportação a produção de veículos no primeiro trimestre de 2018 alcançou nível próximo à média dos últimos dez anos. De janeiro a março saíram das fábricas instaladas no país 699,6 mil veículos, o que representou um crescimento de 14,6% na comparação com o mesmo período de 2017. A média de produção no primeiro trimestre na última década foi de 718 mil unidades, segundo informou há pouco a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea).

Somente em março foram produzidos 267,5 mil veículos, o que representou um crescimento de 13,5% na comparação com o mesmo mês do ano passado. "Temos percebido que as empresas que estavam trabalhando com apenas um turno estão indo para dois e as que estavam em dois vão para três. Isso demonstra a confiança nos sinais de recuperação", destacou o presidente da Anfavea, Antonio Megale.

Chama a atenção o índice de crescimento na produção de caminhões no trimestre. O avanço chegou a 55,1%, num total de 24,5%. Para Megale, o desempenho desse setor está diretamente vinculado ao Produto Interno Bruto.

Vendas

O balanço indicou que o mercado interno de veículos continua em recuperação. Em março, foram licenciados em todo o país 207,4 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus, o que representou um crescimento de 9,6% na comparação com o mesmo mês de 2017.

No acumulado do primeiro trimestre de 2018, foram vendidos 545,5 mil veículos, um avanço de 15,6% em relação ao primeiro trimestre de 2017.

Os fabricantes de veículos comemoram o resultado. Mas esperam dias ainda melhores, segundo Megale. Segundo o dirigente, o volume de vendas no primeiro trimestre está ainda abaixo da média dos últimos dez anos, que ficou em 700 mil unidades.

A Anfavea calcula um crescimento de 11,7% no mercado interno este ano. A previsão mantem-se abaixo do índice dos primeiros três meses, segundo Megale, porque a base de comparação do início do ano passado foi bastante baixa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos