Bolsas

Câmbio

Governo se corrige e diz que EUA estenderam isenção de tarifa ao aço

(Atualizada às 15h48) O Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (Mdic) corrigiu ainformação divulgada na manhã desta quarta-feira(2)em nota conjunta com o Itamaraty e diz, agora, que a importação de aço e de alumínio do Brasil aos Estados Unidos continuam isentos temporariamente das sobretaxas aplicadas por aquele país.

De acordo com o Mdic, na nova nota o governo dos Estados Unidos informou na última segunda-feira (30) a decisão "de estender a isenção temporária estabelecida para o Brasil, em vigor desde 23 de março de 2018, da sobretaxa de 10% às importações de alumínio e de 25% às importações de aço aplicadas sob justificativa de neutralizar ameaças à segurança nacional norte-americana".

O Ministério afirma que o prolongamento da isenção das sobretaxas foi estabelecido "por prazo indeterminado" e tem por objetivo "possibilitar a finalização em período breve" dos detalhes das "medidas alternativas satisfatórias" que podem vir a ser aplicadas por aquele país acerca do aço e do alumínio brasileiros.

Na nota divulgada anteriormente, Mdic e Itamaraty informaram que as autoridades americanas teriam informado decisão de interromper a negociação "e aplicar, imediatamente em relação ao Brasil, as sobretaxas que estavam temporariamente suspensas ou, de forma alternativa e sem possibilidade de negociação adicional, quotas restritivas unilaterais".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos