Bolsas

Câmbio

Produção de petróleo cai 2,3% em março, diz ANP

A produção nacional de petróleo caiu 2,3% em março, na comparação com fevereiro, informou a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Ao todo, foram produzidos, no mês retrasado, 2,557 milhões de barris de petróleo por dia, o que representa um crescimento de 0,3% ante março de 2017.

Segundo a ANP, a queda já era esperada, em virtude de paradas programadas de manutenções de equipamentos nas plataformas nos campos de Peregrino, na Bacia de Campos, e Lula, na Bacia de Santos.

Já a produção de gás natural caiu 2,6% em março, ante fevereiro, para 107 milhões de metros cúbicos diários (m3/dia), em função das paradas de manutenções nas plataformas nos campos de Lula, na Bacia de Santos, e Peroá/Cangoá, na Bacia do Espírito Santo. Na comparação com igual mês de 2017, houve uma alta de 5,6%.

O aproveitamento de gás no Brasil em março alcançou 96,9% do volume total produzido. A queima totalizou 3,3 milhões de m3/dia, uma redução de 7,6% se comparada ao mês anterior e de 4,1% em relação a igual mês de 2017.

Pré-sal

A ANP destacou que o pré-sal já responde por 54% da produção total de óleo e gás do país. Ao todo, foram produzidos, em março, 3,23 milhões de barris de óleo equivalente por dia (BOE/dia).

A produção do pré-sal em março totalizou 1,745 milhão de BOE/dia, uma redução de 1% em relação ao mês anterior.

O campo de Lula, na Bacia de Santos, segue como maior produtor de petróleo e gás natural do país, tendo produzido, em média, 832 mil barris/dia de petróleo e 34,8 milhões de m3/d de gás natural.

Alavancada pela produção o pré-sal, a Bacia de Santos é líder, sendo responsável por 47% da produção nacional de petróleo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos