Bolsas

Câmbio

Segunda principal data do comércio, Dia das Mães deve vender 5% mais

A área de Indicadores e Estudos Econômicos da Boa Vista SCPC projeta um crescimento entre 4,5% e 5% nas vendas neste Dia das Mães, na comparação com 2017. A data é considerada a segunda mais importante do varejo, perdendo apenas para o Natal.

Caso esta alta significativa se comprove, o Dia das Mães em 2018 seguirá a tendência das últimas datas comemorativas, de crescimento nas vendas na comparação com as de anos anteriores, diz a Boa Vista SCPC.

Segundo Flávio Calife, economista responsável pela projeção, as condições financeiras dos consumidores melhoraram nos últimos meses, com impacto significativo sobre o consumo.

"Depois de dois anos de queda, as vendas voltaram a crescer no ano passado. Em 2017, o comércio nessa data cresceu 1,6%. Em 2016, recuou 4,6%. Em 2015 caiu 1,2% e em 2014 houve um crescimento de 2,7%. Percentuais que devem ser observados sempre em relação às vendas do ano anterior", afirma.

Caso as vendas neste Dia das Mães atinjam os percentuais de 4,5% ou mesmo de 5%, o aumento deve ser o melhor desde 2013, quando houve uma elevação de 4,5% nas vendas do varejo. "Essa expectativa se deve a uma melhora do cenário econômico que reflete não só no aumento de postos de trabalho, mas também no mercado de crédito", diz o economista.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos