ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Maia em Manaus: Candidatura dos outros é banzeiro, a minha é pra valer

11/05/2018 11h25

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (MDB), reafirmou sua pré-candidatura à Presidência da República, durante encontro com empresários, na Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), em Manaus (AM), nesta sexta-feira (11). Nesta semana, Joaquim Barbosa, do PSB, anunciou sua desistência da corrida ao Planalto.

"A candidatura de outros pode ser só banzeiro, mas a minha é para valer", afirmou o deputado, após ser questionado durante entrevista coletiva. Banzeiro, na região amazônica, significa a agitação das águas do rio.

Sobre a possibilidade de apoio do MDB, Maia afirmou que é preciso esperar a decisão do partido que, segundo ele, tem dois pré-candidatos. Mas disse que poderia, sim, contar com apoio da legenda do presidente Michel Temer, com ressalvas. "[Quero] O MDB que olha para frente, não o que olha para o passado, que fica defendendo o governo", disse o pré-candidato.

Maia, que viaja em avião particular, está em Manaus para cumprir agenda de pré-candidato. Ao longo do dia, tem visitas agendadas a fábricas do Distrito Industrial de Manaus e, no início da noite, uma reunião política com líderes comunitários.

No encontro desta manhã, ele defendeu a redução de despesas do governo federal, para que os recursos sejam utilizados em investimentos em obras, educação, saúde e segurança pública. E elogiou o modelo da Zona Franca de Manaus.

"É um grande exemplo onde o governo dá incentivos, mas na outra ponta a gente preserva o nosso meio ambiente e gera empregos na região", disse.

Maia defendeu a pavimentação da BR-319, que liga Manaus a Porto Velho, em Rondônia. A obra aguarda o licenciamento ambiental para ser concluída. E destacou a necessidade de o Brasil superar o que chamou de "déficit de logística" que, segundo o deputado, é de R$ 1 trilhão.

O pré-candidato do DEM criticou ainda o atual modelo de concessões rodoviárias, que segundo ele "devem gerar investimentos e não apenas pedágios". Para ele, os recursos arrecadados devem ser utilizados para melhorar a malha rodoviária.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia