ipca
-0,09 Ago.2018
selic
6,5 1.Ago.2018
Topo

Juíza determina que Dirceu se entregue até esta sexta

17/05/2018 14h35

(Atualizada às 19h55) A juíza substituta da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba, Gabriella Hardt, determinou a expedição dos mandados de prisão para início de cumprimento de pena do ex-ministro do governo Lula, José Dirceu, e do acusado de ser operador financeiro do petista, Fernando Guimarães Moura. Os dois tiveram sentença condenatória de primeiro grau confirmada pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), que negou hoje embargo de declaração ao petista. Dirceu foi condenado por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

"Considerando-se que o defensor de José Dirceu de Oliveira e Silva peticionou informando que ele pretende se entregar, deverá apresentar-se à carceragem da Polícia Federal em Brasília no dia 18/05/2018, até às 17 horas, ocasião na qual a autoridade policial deverá cumprir o mandado", determinou a juíza.

O esquema de corrupção do qual Dirceu se beneficiou, segundo a acusação, envolveu valores de R$ 46,4 milhões com propinas decorrentes de contratos da empresa Engevix com a Petrobras.

Como a custódia da PF é considerada cárcere de passagem, Dirceu deverá ser posteriormente encaminhado a uma unidade prisional para cumprimento de pena de 30 anos e nove meses. Uma possibilidade é que ele seja transferido, posteriormente, ao presídio da Papuda, em Brasília.

Mais Economia