ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

BB prevê arrecadar R$ 27 milhões em leilão de 26 imóveis em SP

04/06/2018 12h47

O Banco do Brasil (BB) vai realizar leilões nos dias 5 e 21 de junho para a venda de 26 prédios de agências desativadas, localizados em São Paulo e cidades do interior do Estado, resultantes da reestruturação organizacional promovida pela instituição. Considerando os lances mínimos, o banco deve arrecadar pelo menos R$ 27,2 milhões.

As ofertas contam com possibilidade de financiamento pelo próprio Banco do Brasil ou outra instituição de preferência do interessado. Os investidores podem participar dos leilões, ambos com início às 11 horas, com lances presenciais e online.

"Para os investidores é uma oportunidade excelente, tendo em vista a localização das agências, tanto para compra do imóvel, como para aluguel, com boa rentabilidade", destaca Carla Sobreira, representante da Lance no Leilão. A leiloeira também afirma que, existindo valores não quitados de IPTU, ITR, CCIR, laudêmio (taxa de transação para a União) e condomínio, o Banco do Brasil ficará responsável pela quitação até a efetivação do registro da transferência do imóvel ao arrematante.

O imóvel mais caro é um prédio com área de 495 metros quadrados situado na Praça da Catedral, no município de São João da Boa Vista, com lance mínimo de R$ 2,102 milhões. Há também um prédio situado na praça Monsenhor João Batista Lisboa, na região central da cidade de Amparo, com lance mínimo de R$ 2,086 milhões.

O imóvel mais barato é um prédio comercial de 169 metros quadrados na cidade de Potirendaba, que pode ser arrematado por pelo menos R$ 337 mil.

Mais Economia