ipca
0,48 Set.2018
selic
6,5 19.Set.2018
Topo

Dólar cai 3% e opera a R$ 3,80 após sinalização do BC

08/06/2018 09h43

(Atualizada às 10h55) O dólar aprofundou a trajetória de queda depois de abrir em baixa nesta sexta-feira e opera abaixo de R$ 3,80. A queda da divisa americana reverte boa parte da disparada do dia anterior, quando se aproximou do patamar de R$ 4 no momento de maior nervosismo nos mercados brasileiros.

Diante de tamanha volatilidade, o Banco Central (BC) prometeu que reforçará sua atuação nos próximos dias. Serão adicionados US$ 20 bilhões de contratos de swap cambial aos lotes diários de US$ 750 milhões ao longo da semana que vem. A intervenção pode vir de maneira esporádica durante as sessões. E não se descarta o uso de outros instrumentos - reservas e leilões de linhas - para fazer frente à instabilidade do mercado daqui para frente.

O movimento desta manhã também pode ser explicado por um ajuste sobre possíveis excessos, o que é algo costumeiro após a intensa deterioração. Para efeito de comparação, o estouro da crise política trazida pelas delações da JBS, em maio do ano passado, levou o dólar a uma disparada de 8%, mas no dia seguinte a divisa fechou em baixa de 3,79%.

Às 10h55, o dólar comercial cedia 3,08%, a R$ 3,8025, com mínima em R$ 3,7841. Ontem, a moeda americana subiu 2,25%, fechando em R$ 3,9233, com máxima em R$ 3,9674.

O contrato futuro para julho, por sua vez, caía 2,86%, a R$ 3,80.

Nesta sexta-feira, o BC já fez a venda integral de 15 mil contratos novos de swap cambial e anunciou para hoje leilão de até 60 mil contratos.

Apesar dessa reversão de rumo,ainda é difícil de apostar numa melhora do ambiente brasileiro de negócios. Uma combinação de fatores ainda pesa sobre as mesas de operação. Além do exterior arisco para emergentes, há no Brasil um misto de desânimo com as perspectivas eleitorais e falta de confiança no ajuste fiscal.

Newsletters

Receba dicas para investir e fazer o seu dinheiro render.

Quero receber

Mais Economia