PUBLICIDADE
IPCA
0,25 Fev.2020
Topo

Todos a Bordo


Briga por espaço no avião: quando reclinar ou não o assento durante o voo?

Getty Images
Imagem: Getty Images

Vinícius Casagrande

Colaboração para o UOL, em São Paulo

20/02/2020 04h00

Resumo da notícia

  • Passageiros discutiram em voo após mulher reclinar a poltrona
  • Nas redes sociais, tema gerou debate sobre a possibilidade de reclinar ou não o assento em aviões apertados
  • Consultora de etiqueta diz que é necessário ter bom senso em situações com essa
  • Veja quando se deve ou não reclinar o assento durante o voo

O vídeo de um homem socando o assento da frente após uma passageira reclinar a poltrona durante o voo abriu um debate sobre a etiqueta a bordo das aeronaves. A mulher tinha todo o direito de reclinar seu assento ou, ao incomodar o passageiro de trás, ela deveria manter a poltrona na posição vertical?

Tanto no Twitter, onde a passageira Wendi Willians relatou o caso, como nos comentários da reportagem do UOL sobre o assunto, os internautas se dividiram sobre se Wendi estava certa ou errada em reclinar sua poltrona.

"E quando a pessoa não reclina o assento mas sim despenca ele? [sic] Não é porque você pagou passagem que tem todo o direito. [Ter] cuidados para convivência respeitosa é um dever de todos", afirmou Ronaldo Souza.

"Bom, se meu assento tem a função de reclinar eu a uso quando bem entender. Não tenho que dar satisfações ou pedir a quem está atrás", retrucou Márcio David.

A consultora em etiqueta Ângela Pimental, que já deu aulas a diversas comissárias de bordo, afirma que em situações como essa, no avião ou em qualquer outro lugar, o bom senso deve prevalecer. Para a consultora, com a confusão entre os dois passageiros, era responsabilidade da tripulação tentar resolver o impasse.

"Primeiro a responsabilidade é dos tripulantes que teriam de amenizar a situação. Depois, os passageiros entrarem em um acordo com bom senso. O homem estava desequilibrado dando socos e ela, por sua vez, retrucou e deixou do jeito que ela queria. Houve uma birra entre ambos e aí é complicado", afirmou Ângela.

Cuidados ao reclinar a poltrona

Com o espaço cada vez mais reduzido dentro dos aviões, a consultora de etiqueta diz que são necessários alguns cuidados e saber o momento certo na hora de reclinar a poltrona. Dessa forma, o passageiro não precisa ficar a viagem inteira com o assento na posição vertical nem roubar todo o espaço de quem está atrás.

"Na hora que reclina tem de ter os cuidados como, por exemplo, se tem alguém com a cabeça abaixada no momento ou se tem uma pessoa maior, porque na hora que reclina ela pode bater na pessoa. Então, a gente tem de olhar para trás e pedir licença. Precisa estar preocupada com os demais e não pensar só nela", disse.

Veja a seguir dicas de como usar a poltrona com mais cuidado em cada etapa do voo:

Pousos e decolagens: não pode reclinar

Não é uma questão de etiqueta, mas de segurança mesmo. Durante os pousos e decolagens, todos os passageiros devem manter a poltrona na posição vertical. Isso é exigido para dar mais espaço a todos em caso de necessidade de uma saída emergencial.

Em voo de cruzeiro: recline com bom senso

Durante o voo de cruzeiro, o passageiro pode reclinar o seu assento. Para evitar confusão, é importante agir com bom senso e analisar todo o contexto. Se houver uma criança ou uma pessoa pequena na poltrona atrás, fique à vontade para reclinar totalmente. Nesse caso, você não incomodará o outro passageiro.

Por outro lado, se for uma pessoa mais alta ou obesa, o ideal é agir com mais cautela. Primeiro, avise que irá reclinar e depois verifique se a outra pessoa não está desconfortável. Ao agir com educação, mesmo que a pessoa não esteja tão confortável é menos provável que ela crie confusão.

Durante o serviço de bordo: não recline

Quando os comissários passam com o serviço de bordo, o ideal é que todos os passageiros voltem os assentos para a posição vertical. A poltrona reclinada tira bastante espaço próximo à mesinha de refeição. Em algumas situações, não cabe nem mesmo uma latinha ou garrafinha de água.

Não basta você terminar de comer para reclinar todo o assento novamente. O correto é esperar até que os comissários passem recolhendo tudo para só depois voltar à posição mais confortável. Do contrário, você pode até mesmo derrubar algo que estava apoiado na mesinha atrás do seu assento.

Após o pouso: não recline (nem fique parado em pé esperando o desembarque)

Depois de horas de voo, quando o avião chega ao portão de embarque os passageiros querem sair desesperadamente do avião. Se você esperar esse processo sentado e com o assento reclinado, vai atrapalhar todo o fluxo de passagem.

Também não adianta ficar em pé no corredor segurando a mala de mão enquanto a equipe de solo acopla as escadas de saída para a tripulação abrir a porta e liberar o desembarque.

Se você realmente quer um voo confortável do começo ao fim, basta esperar sentado (sem reclinar o assento) até chegar a sua vez de desembarcar.

Veja mais economia de um jeito fácil de entender: @uoleconomia no Instagram.
Ouça os podcasts Mídia e Marketing, sobre propaganda e criação, e UOL Líderes, com CEOs de empresas.
Mais podcasts do UOL em uol.com.br/podcasts, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts e outras plataformas.

Veja caminho que sua mala faz no aeroporto depois de despachada

UOL Notícias

Todos a Bordo