Topo
REPORTAGEM

Luxo! Jatinho supersônico bate recorde de velocidade e encurta viagem SP-NY

Jato executivo Bombardier Global 8000, que ultrapassou a velocidade do som durante testes Imagem: Divulgação/Bombardier

Alexandre Saconi

Colaboração para o UOL, em São Paulo

26/05/2022 09h01

Um jato executivo civil conseguiu pela primeira vez ultrapassar a velocidade do som usando combustível sustentável. Embora o recorde tenha sido quebrado em maio de 2021, o anúncio só foi feito agora, durante o lançamento do Global 8000, da Bombardier, fabricante canadense de aviões concorrente da brasileira Embraer.

O recorde foi batido usando um protótipo do Global 8000 que teve como base no modelo anterior, o Global 7500, que recebeu várias melhorias: uma nova motorização, equipamentos mais modernos e alterações nas asas para suportar velocidades acima da do som.

O mais novo jatinho passará a ser produzido pela empresa e estará disponível a partir de 2025. Ele tem capacidade para transportar até 19 pessoas a bordo e custará a partir de US$ 78 milhões (R$ 379 milhões). Quem já for proprietário de um Global 7500, vai poder pagar para modernizá-lo.

Como foi o recorde

A Bombardier diz que esse será o jato executivo mais rápido da categoria, voando a uma velocidade média de 1.000 km/h a uma altitude de até 12,5 km, atingindo Mach 0,94.

Mach é uma unidade que representa a velocidade do som, que pode variar de acordo com a temperatura do ar e a altitude, por exemplo. Quanto mais alto e mais frio, menor é a velocidade do som. Próximo ao nível do mar, a velocidade de Mach 1 (uma vez a velocidade do som) gira em torno de 1.235 km/h.

Nos testes, o avião chegou a Mach 1,015, velocidade estimada em 1.080 km/h na altitude em que estava.

A maior parte dos jatos executivos atinge velocidades entre 700 km/h e 1000 km/h, com poucos modelos ultrapassando essa marca quando estão em velocidade de cruzeiro. O Gulfstream G650ER (mesmo modelo de Elon Musk) voa a até Mach 0,925 e o Dassault Falcon 7X, modelo usado por Leila, presidente do Palmeiras, chega a Mach 0,90, por exemplo.

Cabine de entretenimento a bordo do jato executivo Bombardier Global 8000 Imagem: Divulgação/Bombardier
Suíte do jato executivo Bombardier Global 8000, que estará disponível a partir de 2025 Imagem: Divulgação/Bombardier

Embora nem sempre voe nessa velocidade, já que isso aumentaria muito o consumo de combustível, ultrapassar essa fronteira é um marco depois de quase duas décadas da aposentadoria do Concorde, o mais famoso avião comercial supersônico já construído.

São Paulo a Nova York em oito horas

O jato, em sua velocidade de cruzeiro, pode fazer um voo de São Paulo a Nova York (Estados Unidos) em cerca de oito horas.

Embora a distância entre as duas cidades seja de 7.680 km, o avião não estará acima de 1.000 km/h desde o início do voo.

Essa velocidade só é atingida após a decolagem e subida até a altitude de cruzeiro, que gira em torno de 13 km a 15,5 km acima do nível do mar. Próximo ao pouso, a descida também é feita em uma velocidade um pouco menor até o toque no chão.

Ainda é preciso levar em consideração que o voo não é feito em linha reta, com os pilotos tendo de fazer trajetórias determinadas pelo controle de tráfego aéreo para evitar colisões, o que também toma um pouco do tempo.

Mesmo assim, isso é cerca de duas horas a menos que um voo comercial convencional, além da comodidade que os passageiros possuem ao utilizar os terminais executivos dos aeroportos.

Conforto e maior alcance

Cabine de comando do jato executivo Bombardier Global 8000, que estará disponível a partir de 2025 Imagem: Divulgação/Bombardier

Um dos diferenciais do Global 8000 é que ele aproveitou toda estrutura do Global 7500 e ampliou seu alcance e velocidade.

A autonomia de voo chega a 14.816 km de distância sem precisar parar para reabastecer. Isso permite que o avião voe sem escalas partindo de São Paulo até, além de Nova York, Londres (Inglaterra), Moscou (Rússia), Sydney (Austrália) ou Dubai (Emirados Árabes Unidos).

Quando está voando em altitude de cruzeiro a 12,5 km de altitude, a sensação interna é de que o passageiro estará a apenas 880 metros de altitude devido à pressurização da cabine. Como comparação, Campos do Jordão (SP) fica a uma altitude de cerca de 1.600 metros.

Essa pressão mais próxima à do nível do mar permite um maior conforto —com o ar menos rarefeito, você respira melhor.

O avião ainda pode ser configurado para contar com uma cozinha e espaço reservado para a tripulação, além de banheiro com chuveiro.

Os assentos mudam para transformar um dos ambientes em sala de jantar, e o avião possui uma suíte com acesso ao compartimento de bagagens.

Ficha técnica

Modelo: Global 8000
Fabricante: Bombardier
Capacidade: 19 passageiros
Autonomia de voo: 14.816 km de distância
Velocidade: Aproximadamente 1.000 km/h
Velocidade máxima atingida nos testes: Mach 1,015 (cerca de 1.100 km/h na altitude em que o avião voava)
Comprimento: 33,8 metros
Envergadura (distância de ponta a ponta da asa): 31,7 metros
Altura: 8,2 metros
Altitude máxima de voo: 15,545 km

Veja como foi o teste onde o avião atingiu uma velocidade supersônica:

Comunicar erro

Comunique à Redação erros de português, de informação ou técnicos encontrados nesta página:

Luxo! Jatinho supersônico bate recorde de velocidade e encurta viagem SP-NY - UOL

Obs: Link e título da página são enviados automaticamente ao UOL


Todos a bordo