PUBLICIDADE
IPCA
-0,31 Abr.2020
Topo

Veja 5 dicas para cuidar da imagem da sua empresa nas redes sociais

Filomena Garcia *

Colunista do UOL, em São Paulo

26/02/2013 06h00

A explosão das redes sociais é um fenômeno inegável e irreversível, que está mudando a forma com que as marcas se relacionam com os consumidores. Por esse motivo, ao se pensar em empreender nos dias de hoje, deve-se considerar também a presença da marca e a sua divulgação nas redes sociais.

Se a sua marca resolver não investir em sua presença online, seus consumidores se encarregarão desse trabalho, disseminando opiniões e criando perfis e comunidades sobre ela, sem que você tenha nenhum controle ou até mesmo conhecimento sobre isso. 

Ao passo que, tomando a iniciativa, você tem a oportunidade de conduzir esse processo de forma planejada e estruturada, aumentando as chances de extrair daí benefícios para sua imagem. A seguir, veja quatro dicas para monitorar a imagem da sua empresa nas redes sociais e se relacionar bem com os consumidores:

1. Monitore o seu capital social
Por meio das redes sociais – blogs, comunidades, sites de relacionamento como Google Plus, Facebook, Twitter, YouTube, LinkedIn, etc. – você pode descobrir o que andam falando da sua marca e como será o seu prestígio dentro de um grupo. Conhecida como capital social, essa avaliação da sua imagem (termômetro) tem como principal ferramenta a informação que circula pelo mundo virtual.

Sendo assim, o capital social é uma importante ferramenta de avaliação para seu negócio, e de reconhecimento de imagem. E com essa avaliação, que pode ser negativa ou positiva, é possível trabalhar a imagem da marca utilizando as redes sociais.

2. Estabeleça um diálogo franco e honesto com o cliente
A partir do momento em que a empresa entra na mídia social, está aberto um canal de comunicação com o consumidor, oferecendo um diálogo entre sua marca e o cliente.  Com isso, a empresa está oferecendo mais um serviço para ele. Entretanto, é preciso estar “aberto” para essa comunicação e disposto a utilizá-la a favor da marca, com ações positivas e que mantenham sempre um diálogo franco e honesto com o cliente.

3. Entregue conteúdo relevante aos consumidores
Alguns exemplos de como uma marca pode fazer parte das redes sociais: ter um microblog no Twitter com informações sobre promoções, lançamentos de produtos, enquetes, etc.; criar um blog de autoria do empreendedor, ou mesmo da marca, com informações relevantes sobre o mercado em que atua, comentários e dicas diretamente para a equipe das lojas; abrir um canal no YouTube com vídeos contendo informações passo a passo sobre como utilizar seus produtos ou serviços, depoimentos de consumidores, dicas para a equipe de atendimento e vendas, palavra do presidente, entre outros.

4. Responda rápido
Responder prontamente às dúvidas e questionamentos pode evitar que a imagem da marca fique desgastada. Vale lembrar que por se tratar de uma rede social, o imediatismo é um dos fatores mais importantes, e isso pode ser tanto positivo quanto negativo, dependendo da postura da empresa. Portanto, muita atenção.

5. Estruture e capacite sua equipe
É importante ressaltar que a qualidade dos produtos e serviços oferecidos pela empresa é fundamental para a repercussão da imagem nas mídias sociais. Produtos e serviços ruins geram comentários ruins.

Os perfis da sua marca nas redes sociais devem ser monitorados o tempo todo por uma equipe capacitada e pronta para lidar com as mais diversas situações, respondendo em nome da empresa.

Empresário também pode atuar na rede como pessoa física

Você, empreendedor ou investidor, também pode entrar nas redes sociais como pessoa física para disseminar informações e opiniões relevantes, com o objetivo, mesmo que indireto, de divulgar o seu negócio.

Entretanto, para isso, você deve sempre manter seus “seguidores” atualizados com informações relevantes e verdadeiras. Muitas vezes, os internautas preferem seguir pessoas em vez de empresas e marcas. Porque pessoas podem dar opiniões, gerar discussões e têm um rosto, uma identidade.

Em resumo, sua marca não pode ficar fora das redes sociais. Elas já são, hoje, uma das formas mais efetivas de comunicação com o seu cliente.

 

Economia