UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

17/02/2011 - 09h27

Alemanha registra o maior nível de emprego desde a reunificação do país

Berlim, 17 fev (EFE).- Alemanha registrou no último trimestre de 2010 o maior nível de emprego desde a reunificação do país em 1990 com um total de 41,04 milhões de pessoas com trabalho regular declarado, 1,04 % a mais que no mesmo período de 2009.

Assim anunciou nesta quinta-feira o Escritório Federal de Estatística na sua sede em Wiesbaden, no centro do país, ao apresentar seu relatório provisório sobre a situação do emprego na Alemanha, no qual ressalta que, pela primeira vez na história, se ultrapassou a marca dos 41 milhões de trabalhadores.

"O nível de emprego no quarto trimestre de 2010 rompe todos os recordes", assinalou o ministro alemão de Economia, Rainer Brüderle, ao comentar os dados, que segundo sua opinião confirmam que "a recuperação econômica é também uma recuperação do mercado de trabalho".

"A alta do emprego é grande e tem uma base sólida. Estão criando postos de trabalho em praticamente todas as áreas econômicas. A flexibilidade do mercado de trabalho e o comportamento responsável dos negociadores dos convênios possibilitaram o milagre do emprego", afirma Brüderle em comunicado.

Finalmente ressalta que os dados confirmam que "uma economia com capacidade de adaptação e competitiva é uma importante condição para multiplicar o bem-estar de todos".

O número de trabalhadores aumentou no último trimestre de 2010 frente às mesmas datas de 2009 em 432 mil pessoas e em 1,2% até 36,61 milhões, enquanto o número de autônomos caiu 10 mil, 0,2% até 4,43 milhões.

Além disso, o Escritório destaca que o aumento do emprego foi sobressalente na comparação anualizada no setor de serviços, que inclui o comércio, hotelaria e transportes, finanças, serviços empresariais e imobiliários, assim dos serviços públicos e privados.

Todos cresceram em comparação com o último trimestre de 2009 em 1,3% até somar 388 mil pessoas.

Nesse sentido, o Escritório Federal de Estatística destaca também que pela primeira vez desde a reunificação do país o número de trabalhadores no setor de serviços superou a marca dos 30 milhões.
Hospedagem: UOL Host