! Nova rede social de voz Blaving prevê 5 milhões de usuários em 1 ano - 23/02/2011 - UOL Economia - EFE
 

23/02/2011 - 15h52

Nova rede social de voz Blaving prevê 5 milhões de usuários em 1 ano

Raúl Cortés.

Montevidéu, 23 fev (EFE). Blaving, uma nova rede social que funciona como o Twitter mas com voz, prevê reunir 5 milhões de usuários em um ano nos diferentes dispositivos de acesso a internet, afirmaram nesta quarta-feira os responsáveis pela iniciativa durante o lançamento da plataforma no Uruguai.

"A voz é o princípio da comunicação humana" e com a internet "perdemos um pouco desse contato e dessa forma de nos relacionar com as pessoas", disse em entrevista coletiva em Montevidéu o argentino Fabian de la Rúa, presidente da PMovil, responsável pelo projeto.

A PMovil explicou ter achado na voz seu nicho de mercado nas redes sociais, porque "tem a expressão, o momento, o sentimento", disse De la Rúa.

Com sede em São Paulo e presença em 14 países da América Latina através de 39 operadores, a empresa foi fundada em 2001 para desenvolver aplicativos e conteúdo para celulares.

Entre seus sucessos destaca o aplicativo Toing, que desde 2005 fornece música para o timbre dos celulares.

O Blaving, que vai precisar de um investimento de US$ 1,5 milhão, tem um limite de dois minutos de gravação de áudio e para acessar à ferramenta o usuário só precisa criar um login e inscrever um e-mail.

No momento de fazer o upload do arquivo de áudio existe a opção de incluir uma foto para complementá-lo, assim como um sistema de localização do usuário.

"Não é a mesma coisa escrever um gol no Twitter enquanto é possível gritar via Blaving", argumentou o empresário argentino, sobrinho do ex-presidente argentino Fernando de la Rúa (1999-2001).

A nova plataforma interage com as redes sociais, como Facebook e Orkut, além do Twitter, o que permite que os usuários tenham acesso às gravações do Blaving.

Por enquanto, funciona nos dispositivos iPhone, iPod, ipad, Android e Java.

O Blaving já começou no Uruguai, Paraguai, Argentina e Chile, em janeiro, e foi lançado oficialmente no início de fevereiro, em São Paulo.

Desde então o número de usuários chegou a 32 mil, uma média de 1,5 mil a 1,8 mil novos usuários ao dia.

Por enquanto o serviço tem versão em espanhol, em português e em inglês.

A próxima língua que vão incluir será o coreano e, posteriormente sairão versões em russo, indiano e chinês.

Na Argentina, o candidato presidencial Ricardo Alfonsín, filho do ex-presidente Raúl Alfonsín (1983-1989), já anunciou que vai a abrir sua conta na rede social.

"Esperamos que os políticos briguem muito via Blaving este ano, pelo menos na Argentina", previu de la Rúa.