! Preço do aluguel aumenta 13,6% em 2011 na cidade de São Paulo - 07/03/2012 - InfoMoney
 

07/03/2012 - 14h07

Preço do aluguel aumenta 13,6% em 2011 na cidade de São Paulo

SÃO PAULO - O preço dos aluguéis na cidade de São Paulo subiu 13,6% em 2011. De acordo com o levantamento feito pelo Creci-SP e divulgado nesta quarta-feira (7), a variação é duas vezes maior que a inflação de 6,65% acumulada no mesmo período, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

De acordo com o presidente do Creci-SP, José Augusto Viana Neto, o aumento do aluguel é justificável pela situação habitacional do País. “O aluguel subir o dobro da inflação é um problema grave para as famílias e pessoas solteiras que não têm casa própria, mas é também justificável pela própria situação do habitacional do País”, explica.

Já na comparação mensal, o preço dos aluguéis da capital paulista teve alta de 1,97% no último mês de 2011.

Tipos de imóveis
Em dezembro do ano passado, a quantidade de imóveis alugados foi 11,64% maior que a registrada em novembro.

De acordo com a pesquisa feita com 460 imobiliárias, no último mês de 2011, foram alugados 970 imóveis, fazendo o índice de locação avançar de 1,8889 para 2,1087. Deste total, 50,72% foram casas, ao passo que 49,28% foram apartamentos.

Segundo o levantamento, em dezembro, os imóveis mais alugados foram os com valor médio de até R$ 1,2 mil, com participação de 61,27%. A garantia usada em 42,46% das locações foi o fiador, seguido por 31,63% do depósito caução.

Por região
O aluguel que mais sofreu reajuste positivo em novembro foi o dos apartamentos de 2 dormitórios, situados na zona E, que concentra bairros como Itaquera, Brasilândia e São Miguel Paulista, entre outros. Nessa região, o aumento foi de 69,27%, passando de R$ 640 em novembro, para R$ 1.083,33 em dezembro.

Já a maior queda foi registrada na Zona C, que agrupa bairros como Aeroporto, Barra Funda e Butantã. Nesta região, o reajuste negativo foi mais percebido em casas de 3 dormitórios, alugados por R$ 1.270,83 em dezembro, valor 32,58% inferior aos R$ 1.885 de novembro.

As novas locações se distribuíram em dezembro entre as zonas D (36,21%), C (18,21%), B (16,13%), A (16,02%) e E (13,42%).