UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

26/12/2012 - 15h51

5 dicas para você conseguir um novo emprego em 2013

SÃO PAULO - Com um novo ano chegando, novas oportunidades e objetivos profissionais são traçados. Segundo uma pesquisa da Right Management, publicada na Forbes, 86% dos profissionais planejam procurar um novo emprego em 2013.

Apesar de dezembro ser um mês tipicamente “frio” para entrevistas e contratações, é imprescindível não perder tempo para refletir, preparar e começar a planejar sua carreira em 2013. Segundo a especialista em Carreiras, Amanda Agostinho, o próximo ano promete ter uma grande procura de emprego entre janeiro e março, época em que as empresas retomam suas atividades, com maior força para o ano.

Com base em uma pesquisa recente da TheLadders, a Forbes revelou as cinco melhores dicas para conseguir um novo emprego em 2013, confira:

Contrate um especialista em currículos
Segundo a pesquisa, 40% das pessoas que procuram trabalho são selecionadas de acordo com um bom currículo profissional. No entanto, a maioria dos profissionais não pensa em contratar um especialista no assunto.

“É muito difícil ser objetivo quando está escrevendo sobre sua própria carreira”, diz Agostinho. “É melhor ter uma pessoa que analisa quais competências são relevantes e que conheça o que os recrutadores mais querem ver”.

Procure seu nome no Google
Entre os profissionais pesquisados, apenas 35% deles já viram os resultados da pesquisa no Google sobre o seu nome e 16% nunca procuraram seus nomes no buscador. Segundo a especialista em Carreiras, a presença on-line tornou-se tão importante quanto a presencial. Por isso, é preciso monitorar seus resultados e ajustá-los para se adequarem aos seus objetivos profissionais.

“Isso significa atualizar perfis antigos, rever configurações de privacidade em mídias sociais ou sites pessoais”, disse.

Utilize (e entenda) as quatro maiores redes sociais
Não precisa ser um frequentador assíduo das mídias sociais, mas Agostinho afirma que é importante ter uma compreensão básica sobre as quatro mais utilizadas tanto pelos candidatos, quanto pelos recrutadores. Twitter, Facebook, LinkedIn e Pinterest não são apenas úteis para divulgar seu currículo e fortalecer seu networking, mas eles podem construir também uma boa marca profissional.

Você pode usar o seu perfil para destacar suas habilidades e experiências profissionais, como divulgar algumas publicações realizadas na internet. Compartilhar notícias relevantes sobre seu ramo de atividade também mostra o quanto está informado. Além disso, as pesquisas revelam que 85% dos empregadores consultam os perfis dos candidatos nas redes sociais.

Aparência conta, sim
Se engana quem pensa que a aparência não importa. Como foi dito acima, além da aparência presencial, a on-line também conta. O estudo aponta que a competência e a confiança de um candidato ao emprego são avaliadas em um quarto de segundo pelo recrutador. Eles também são propensos a analisar seus candidatos on-line, para depois chamá-los para uma entrevista. Agostinho recomenda atualizar seus perfis nas redes sociais e deixá-los mais “profissionais”, mundando para uma foto que passa seriedade e não errar na gramática na hora de fazer comentários.

Quanto à entrevista, certifique-se estar elegante, passar autoconfiança e conhecimento no assunto que tratará.

Invista em um smartphone
De acordo com o estudo, 75% dos entrevistados acreditam que comprar um smartphone pode ter um impacto positivo em sua busca de emprego. E-mails, redes sociais e até sites de recrutamento e anúncios de vagas podem ser facilmente verificados em qualquer hora do dia por celulares com acesso à internet.

“A tecnologia móvel permite que você seja muito mais ágil e aproveitar seu tempo ocioso, investindo em sua procura por um emprego”, considera Agostinho. Ela aconselha salvar uma cópia de seu currículo no seu celular, de modo que você possa rapidamente enviá-lo para potenciais empregadores.

Hospedagem: UOL Host