! Agricultura é mais eficiente que a indústria, diz Miguel Jorge - 18/06/2010 - Valor Online
 

18/06/2010 - 11h46

Agricultura é mais eficiente que a indústria, diz Miguel Jorge

SÃO PAULO - A indústria brasileira ainda tem muito a aprender com o agronegócio, segundo avaliação do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Miguel Jorge. "Se a indústria brasileira tivesse a capacidade de gerar eficiência e produtividade que tem a agricultura, estaríamos muito mais avançados no mercado internacional do que estamos hoje", disse o ministro em evento que debate o agronegócio, realizado nesta sexta-feira em São Paulo.

"Por isso somos o primeiro produtor mundial de café, açúcar, feijão. Também lideramos as exportações de soja, café, carne bovina e de frango, suco de laranja, tabaco e etanol", conclui.

Citando relatório divulgado nesta semana pela Agência de Agricultura e Alimentação das Nações Unidas e pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE), Miguel Jorge ressaltou que, até 2019, a produção agrícola brasileira deve crescer mais de 40%, o dobro da média mundial.

"Até mesmo os países emergentes terão crescimento bem inferior ao nosso", comentou o ministro ao destacar que as produções agrícolas de China e Rússia deverão crescer 26% e da Índia, 21%.

Além disso, Miguel Jorge enfatizou a constatação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) de que nos próximos dez anos o Brasil terá "colocado uma França inteira como consumidora", retirando um grande número de pessoas da pobreza.

(Francine De Lorenzo | Valor)