! Guia: como aplicar dinheiro em CDB e RDB - 14/05/2008 - UOL Economia
 

14/05/2008 - 13h04

Guia: como aplicar dinheiro em CDB e RDB

O que é CDB e RDB
Por meio do Certificado de Depósito Bancário (CDB) e do Recibo de Depósito Bancário (RDB), as pessoas emprestam dinheiro aos bancos, emissores destes títulos, e recebem, depois de um período determinado no momento da negociação, o dinheiro corrigido com juros.

Para iniciar o investimento, é necessário procurar um gerente para abrir uma conta investimento no banco. É preciso apresentar RG, CPF e comprovante de residência. Os valores mínimos que devem ser investidos variam de acordo com a instituição financeira.

Diferença
A diferença entre os CDBs e os RDBs é que os primeiros podem ser negociados antes da data de vencimento (quando o banco paga o investidor). O dinheiro é liberado no mesmo dia em que é solicitado.

Rendimento
Os CDBs e os RDBs são títulos de renda fixa e podem ser pré-fixados (é possível calcular quanto irá ganhar na data de vencimento do título) ou pós-fixados (nesse caso, o rendimento do título é indexado a algum índice, como o CDI, a TR e ou o IGP. Por isso não se pode determinar o retorno no início do investimento).

Riscos
Os CDBs e os RDBs são um investimento de baixo risco. No caso de serem pós-fixados, há o risco de o banco quebrar e não pagar o investidor.

Como estão indexados à variação de algum índice, os pós se beneficiam em um período de alta de juros. O contrário acontece se as taxas caem.

Nos pré-fixados, também há o risco de crédito, mas ao contrário dos pós, se as taxas de juros sobem, pode-se perder dinheiro.

Por outro lado, se as taxas caem, a pessoa pode ser beneficiada, pois teve a rentabilidade assegurada no início do investimento.

Se um investimento pré-fixado render 15% e as taxas estiverem a 20%, vale mais a pena resgatar o dinheiro e investir novamente a essa taxa.

Nos CDBs pré-fixados, só há garantia de rentabilidade quando o investidor resgata seu dinheiro na data de vencimento do título. Antes disso, o dinheiro pode ser resgatado, mas o rendimento dependerá de como está o mercado naquele momento.

No caso de falência do banco, o Fundo Garantidor de Crédito garante ao investidor o valor de até R$ 60 mil.

Ou seja, alguém que tenha investido R$ 50 mil irá recuperar tudo. Porém, se a pessoa tiver colocado R$ 80 mil em CDBs e RDBs, perderá R$ 20 mil.
Taxas
Não há cobrança de taxas ao longo do investimento.

Saiba mais
Envie sua dúvida

Fontes
Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid)
Banco Santander
Comissão de Valores Mobiliários (CVM)