! Mudança na presidência não afetará lucratividade do Banco do Brasil, diz Mantega - 08/04/2009 - UOL Economia
 

08/04/2009 - 15h05

Mudança na presidência não afetará lucratividade do Banco do Brasil, diz Mantega

Da Agência Brasil
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, garantiu hoje (8) aos acionistas do Banco do Brasil que a mudança no comando da instituição não afeta o profissionalismo e a lucratividade do banco.

Mantega também afirmou que não há ingerência política na substituição de Antonio Francisco de Lima Neto por Aldemir Bendine na presidência do BB.


Ele elogiou a atuação do BB frente à crise. Disse que o banco teve a maior lucratividade no ano passado, expandiu o crédito e mantém uma "carteira robusta de clientes". "Se houve ingerência foi para o bem. Falar sobre ingerência política e partidária é uma bobagem", disse Mantega.

Segundo o ministro, o que interessa é a capacidade e responsabilidade na gestão do banco. Mantega disse ainda que o novo presidente da instituição terá um contrato de gestão no qual deverá cumprir metas, como o aumento de crédito, ampliação do número de correntistas e da competição com outras instituições financeiras. Para tanto, acrescentou, é preciso reduzir a taxa de juros da mesma forma como vinha fazendo o presidente que deixou o cargo.

"Não vou continuar falando isso, pois os bancos privados vão protestar que estou fazendo propagando para o Banco do Brasil.

O ministro da Fazenda, que estava acompanhado de Lima Neto e Aldemir Bendine, afirmou ainda que o novo presidente assume com o compromisso de aumentar a ousadia na administração da instituição. "Os acionistas podem ficar tranqüilos que o profissionalismo será mantido", garantiu.

Mantega afirmou ainda que não vê necessidade de mudança na diretoria da Caixa Federal. "Assim como o Banco do Brasil, a Caixa tem tido excelente desempenho. Ela é hoje o maior financiador imobiliário do país e ficou responsável por distribuir recursos do PAC."