! Brasil aplicará sanções comerciais aos EUA em produtos estratégicos - 11/09/2009 - EFE - Economia
 

11/09/2009 - 14h05

Brasil aplicará sanções comerciais aos EUA em produtos estratégicos

Rio de Janeiro, 11 set (EFE).- O Brasil aplicará sanções comerciais aos Estados Unidos em produtos estratégicos que "possam ter influência" em uma mudança da política comercial americana, disse hoje o ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim.

"O Brasil ganhou o direito de tomar represálias contra os Estados Unidos na OMC. Nosso objetivo não é o castigo ou a vingança, mas estimular que os Estados Unidos corrijam suas políticas e as adapte em conformidade com a OMC", afirmou o chanceler brasileiro em entrevista coletiva com correspondentes internacionais.

No dia 31 de agosto, a Organização Mundial do Comércio (OMC) autorizou o Brasil a aplicar sanções a seu parceiro comercial em resposta à rejeição dos EUA em eliminar seus subsídios ao algodão.

Segundo Amorim, as sanções serão aplicadas a uma lista de produtos ou serviços que possam ter "mais influência" no Governo brasileiro para que tome as políticas "corretas".

O ministro disse que se tentará evitar um prejuízo ao Brasil, por isso que incluirá na lista tão somente bens para os quais o país tenha alternativas, seja através de sua substituição por produtos nacionais ou que possa importar de outros países.

Segundo os próprios cálculos feitos pelo Governo brasileiro, em 2009 poderá aplicar sanções no valor de US$ 460 milhões às mercadorias importadas dos EUA e de outros US$ 340 milhões nos setores de serviços e de propriedade intelectual, incluindo o possível cancelamento de patentes.