! Metrô de Lisboa completa 50 anos com plano de expansão - 29/12/2009 - Lusa - Economia
 

29/12/2009 - 17h48

Metrô de Lisboa completa 50 anos com plano de expansão

Lisboa, 29 dez (Lusa) ? A rede do metrô de Lisboa vai se expandir na cidade, revelou nesta terça-feira o secretário português de Estado dos Transportes, Carlos Correia Fonseca, que qualificou de "prioritário" o esforço de aumentar a densidade da malha urbana, em detrimento da expansão da linha para a periferia.

"A maior densidade de passageiros verifica-se dentro da cidade, portanto o esforço prioritário que tem de ser feito tem de ser aumentar a malha dentro de Lisboa e coordenar essa malha com a complementaridade com outros meios de transporte independentemente de serem concluídas as obras de ligação à periferia", disse Fonseca à Agência Lusa.

As declarações foram feitas por ocasião da inauguração da exposição de fotografia "50 Anos a Transportar Lisboa", na Praça dos Restauradores, na capital portuguesa.

O secretário de Estado lembrou que há obras em curso, como a ligação até a Reboleira, mas destacou que a preocupação estará "mais na concentração na cidade" e "menos em uma expansão para onde o sistema metrô não estará tão voltado".

Fonseca informou que Lisboa vai ter mais ligações de metrô urbanas.

"Não vamos ainda anunciar quais, mas faz parte de um esforço de elaboração e revisão do plano estratégico da empresa que está neste momento a ser feito, mas esperamos anunciar dentro de pouco tempo quais são as prioridades definidas", garantiu o secretário, acrescentando que em 2010 já haverá "ideias muito claras".

De acordo com ele, a aposta na malha urbana se insere em uma "necessidade de uma melhor coordenação entre todo o sistema", principalmente de integrar o metrô de Lisboa "em um sistema de acessibilidade e mobilidade de toda a cidade", algo que "exige um esforço de coordenação e de planejamento".

"A autoridade metropolitana de transportes já está a funcionar e deverá ter um papel fundamental para essa reestruturação que pretendemos ter de, no fundo, garantir uma boa acessibilidade dos cidadãos às suas necessidades de lazer, trabalho, escolas, etc.", explicou o secretário de Estado.

Balanço positivo

Para o presidente da empresa de transportes, Joaquim Reis, os 50 anos de atividade do metrô trazem um "balanço positivo", onde este meio de transporte "se impôs na cidade".

"É hoje o eixo central, o eixo nervoso da mobilidade na região de Lisboa e se costura com todos os outros sistemas de transportes, nomeadamente os suburbanos, por uma série de interfaces, e se afirmou de fato como um sistema central de Lisboa", considerou Reis, em entrevista à Lusa.

No entanto, apesar do balanço positivo e do papel importante que o meio de transporte conquistou, ele admite que há melhorias a serem feitas.

"Há muita coisa a melhorar, especificamente nossa relação com o público e sobretudo com os não usuários atuais do metrô. É preciso tentar convencê-los de que o metrô é a melhor solução", ressaltou.

A exposição de fotografia "50 Anos a Transportar Lisboa" faz parte das comemorações do meio século de existência do metrô na capital portuguesa e fica dentro de um vagão localizado na Praça dos Restauradores.

O metrô de Lisboa foi inaugurado há exatos 50 anos, em 29 de dezembro.

A abertura do serviço regular ao público ocorreu no dia seguinte, 30 de dezembro de 1959.