! Suzano Papel e Celulose fecha 2008 com prejuízo de R$ 451 milhões - 24/03/2009 - Valor Online

UOL EconomiaUOL EconomiaÚltimas Notícias
UOL BUSCA

24/03/2009 - 20h13

Suzano Papel e Celulose fecha 2008 com prejuízo de R$ 451 milhões

SÃO PAULO - A Suzano Papel e Celulose registrou um prejuízo de R$ 451 milhões no ano de 2008, ante lucro líquido de R$ 537 milhões em 2007. De acordo com a companhia, o resultado contábil foi afetado pela variação cambial de 32%. Só no último trimestre do ano, a perda líquida foi de R$ 495 milhões, em comparação aos R$ 85 milhões lucrados um ano antes. Vale notar que já no terceiro trimestre a companhia já havia registrado prejuízo de R$ 282 milhões.

A dívida líquida da Suzano encerrou o ano em R$ 5,459 bilhões, com aumento de 24,5% em relação a 2007. Apesar do resultado, o presidente da empresa, Antonio Maciel Neto, chama atenção para a receita líquida com vendas, que aumentou 19,2% e somou R$ 4,064 bilhões em 2008. No trimestre final essa receita foi de R$ 1,1 bilhão, alta de 14,2% em relação ao mesmo trimestre de 2007. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebtida) foi recorde tanto no ano como no trimestre, atingindo respectivamente R$ 1,469 bilhão (+42,1% na comparação anual) e R$ 382 milhões no quarto trimestre (+84,4% ante igual período de 2007).

Andre Dorf, diretor de Relações com Investidores, destaca ainda a formação de caixa de R$ 2,2 bilhões ao final do ano, que será usado para enfrentar as dificuldades de liquidez no mercado financeiro de crédito.

No que diz respeito a preço, os executivos destacam que houve queda de 28% no preço da celulose em dólares no último trimestre, mas que foi parcialmente compensada pela desvalorização cambial local. "Esse é o benefício da desvalorização cambial para a empresa exportadora, como é o caso da Suzano", disse Maciel, reforçando que no ano de 2008 o movimento foi similar.

No caso do papel, a empresa afirma que conseguiu ajuste de preço de 5,7% em papel de imprimir e escrever e de quase 3% em papel cartão. Assim, mesmo com queda de 6% da receita das exportações em dólar, houve aumento de 28% nos preços em reais devido também à desvalorização cambial.

(Valor Online)

Bovespa Fonte: Thomson Reuters

Gráfico Bovespa

66910,711,14%

Mais bolsas

Cotações anteriores

Dolar Fonte: Thomson Reuters

Gráfico Dolar Comercial

R$ 1,569 -0,44%

Conversor de moedas

Mais sobre câmbio

Cotações anteriores

Hospedagem: UOL Host