UOL Notícias Economia

BOLSAS

CÂMBIO

 

03/11/2010 - 14h32

Anhanguera amplia lucro em 69,4%, para R$ 32,2 milhões no trimestre

SÃO PAULO - A Anhanguera Educacional encerrou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 32,2 milhões, o que representa um aumento de 69,4% frente aos R$ 19,0 milhões apurados um ano antes.
A receita líquida cresceu 14,3%, para R$ 251,7 milhões. O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Lajida) somou R$ 61,6 milhões, uma alta de 20,1% em comparação ao terceiro trimestre de 2009.

A Anhanguera atingiu o recorde de 300.959 alunos no trimestre, 18,7% a mais que no mesmo trimestre de 2009.
Segundo a empresa, o crescimento foi impulsionado pela maturação dos cursos nos campi orgânicos e adquiridos; pela expansão do portfólio em vários campi, principalmente pela introdução de cursos de pós-graduação e graduação a distância; e pelo crescimento dos alunos de graduação e cursos livres a distância nos pólos.
O tíquete médio subiu 1,8%, para R$ 278,70. Segundo a companhia o repasse de inflação foi mitigado pela maior participação na receita de alunos de pólos, bem como a expansão de cursos de graduação a distância e pós graduação em Campi.
Os investimentos somaram R$ 102,0 milhões de janeiro a setembro, um aumento de 20,6% em relação ao mesmo período de 2009.
A Anhanguera investiu na ampliação e adequação dos Campi atuais, preparação de quatro novos Campi para lançamento em 2011, adequação do acervo de livros da companhia a novos padrões do Ministério da Educação, principalmente relativos ao ensino a distância, ampliação da sede da companhia para comportar a crescente centralização de suas operações e operações de aquisição (buy-back) de pólos.

Ao final do trimestre, a dívida líquida da Anhanguera somava R$ 130,8 milhões, sendo que a parcela de curto prazo representava 25,1% do total. Um ano antes, a dívida era de R$ 117,9 milhões, mas a parcela de curto prazo representava 58,1%.

(Téo Takar | Valor)

Compartilhe:

    Hospedagem: UOL Host