Só para assinantesAssine UOL
Opinião

Ibovespa: PIB no Brasil e dados de trabalho nos EUA são destaques da semana

Esta é a versão online da newsletter Por Dentro da Bolsa enviada hoje (04). Quer receber antes o boletim e diretamente no seu email? Clique aqui. Os assinantes UOL ainda podem receber dez newsletters exclusivas toda semana.

********

No Brasil, a agenda econômica terá diversos dados durante a semana. Nesta segunda-feira (4) saíram os dados do Boletim Focus. A estimativa do IPCA está em 4,54% para este ano, enquanto a previsão para a Selic continua em 11,75%. Investidores também acompanham hoje os números de transações correntes e investimento estrangeiro direto. Na terça-feira (5), será divulgado o principal dado da semana, o PIB do terceiro trimestre, além dos PMIs da S&P Global. Na quarta-feira (6), o foco se volta para os dados de inflação, com o IGP-DI de novembro. Na agenda política, o Congresso deve analisar os vetos presidências na quinta-feira (7), com destaque para o veto da prorrogação das desonerações da folha de pagamento. O projeto de subvenção do ICMS também deve estar na pauta de discussão.

Nos EUA, os futuros dos principais índices acionários americanos operam em queda. A agenda econômica será marcada por diversos dados sobre o mercado de trabalho, o que deve testar a tese vigente no mercado de inflação em queda, redução de juros no próximo semestre e pouso suave da economia. Os principais indicadores econômicos começam a sair na terça-feira, com os dados de PMIs e os números sobre ofertas de emprego no mês de outubro da JOLTs. Na quarta-feira, o foco fica para a variação de empregos privados em novembro da ADP, além dos dados da balança comercial. Na quinta-feira, teremos os dados semanais de pedidos de seguro-desemprego. Na sexta-feira, sai o principal dado econômico da semana, o relatório de emprego (Payroll) de novembro.

Na Europa, as bolsas operam majoritariamente em queda. O primeiro dia da semana começa com discursos de diversos membros do BCE (Banco Central Europeu), com destaque para o discurso de Christine Lagarde. Na agenda econômica, a terça-feira será marcada pelos números do PPI e PMIs da Zona do Euro, além dos PMIs da Alemanha e Reino Unido. Na quarta-feira, serão divulgados os dados de encomendas à indústria da Alemanha, além dos números de venda no varejo da Zona do Euro. Na quinta-feira, saem os números da produção industrial da Alemanha e o PIB do terceiro trimestre da Zona do euro.

Na Ásia, as bolsas fecharam majoritariamente em queda. No Japão, o Nikkei apresentou desvalorização de 0,60%. Em Hong Kong, o Hang Seng caiu 1,09%, enquanto na Coreia do Sul, o Kospi apresentou valorização de 0,40%. O Shangai Composto fechou em queda de 0,29%, e o Shenzen Composto caiu 0,34%. Na agenda econômica da região, ao fim do dia de hoje, saem os números do PMI do Setor de Serviços de Caixin (China), além dos índices de preços ao consumidor (CPI) do Japão e Coreia do Sul. Na quinta-feira, o mercado ainda acompanha os números da balança comercial da China, além do PIB do terceiro trimestre do Japão. A agenda da semana encerra na noite da sexta-feira com o os números de inflação (CPI) da China.

O petróleo opera em queda, com o Brent a US$ 77,92 e o WTI a US$ 73,19. A commodity segue o movimento de queda da semana passada, mesmo após o corte de produção anunciado pela Opep+. Em relação ao minério de ferro, a commodity apresentou queda em Dalian, a US$ 135,34. O minério inicia a semana no terreno negativo em meio as preocupações do governo chinês com a escalada do preço da commodity.

A Petrobras firmou novos contratos de venda de gás natural com a Companhia Distribuidora de Gás do Rio de Janeiro (CEG) e com a CEG RIO S.A. (CEG RIO). Os contratos se iniciaram em 1º de dezembro de 2023, com validade até dezembro de 2034. O valor total estimado é de R$ 51,6 bilhões.

O Conselho de Administração da Suzano manteve as estimativas do Capex de 2023 em R$ 18,5 bilhões, além de aprovar a estimativa de R$ 14,6 bilhões para o Capex de 2024.

Continua após a publicidade

O Conselho de Administração da Anima recebeu o pedido de renúncia apresentado pelo Sr. Marcus Peixoto, Diretor de Relações com Investidores. Para o Lugar de Peixoto, o Conselho elegeu a Sra. Marina Oehling Gelman, atual Diretora de Novos Negócios. Gelman já havia desempenhado a função de Diretora de Relações com os Investidores durante o período de 2018 a 2021.

************

Veja o fechamento de dólar, euro e Bolsa na sexta-feira (1):

Dólar: -0,702%, a R$ 4,8802
Euro: -0,86%, a R$ 5,305
B3 (Ibovespa): 0,67%, aos 128.184,91 pontos

NA NEWSLETTER UOL INVESTIMENTOS

Um novo fundo, que chegou recentemente à Bolsa brasileira, permite ganhar renda de até 1% ao mês com ações da Apple, Disney, Nike, Microsoft, Google e até da Berkshire Hathaway. E o melhor: dá para investir a partir de R$ 100. Na newsletter UOL Investimentos, você fica sabendo qual é esse fundo, como ele funciona e como investir nele. Para se cadastrar e receber a newsletter semanal, clique aqui.

Continua após a publicidade

Queremos ouvir você

Tem alguma dúvida ou sugestão sobre investimentos? Mande sua pergunta para uoleconomiafinancas@uol.com.br.

Opinião

Texto em que o autor apresenta e defende suas ideias e opiniões, a partir da interpretação de fatos e dados.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

As opiniões emitidas neste texto são de responsabilidade exclusiva da equipe de Research do PagBank e elaboradas por analistas certificados. O PagBank PagSeguro e a Redação do UOL não têm nenhuma responsabilidade por tais opiniões. A única intenção é fornecer informações sobre o mercado e produtos financeiros, baseadas em dados de conhecimento público, conforme fontes devidamente indicadas, de modo que não representam nenhum compromisso e/ou recomendação de negócios por parte do UOL. As informações fornecidas por terceiros e/ou profissionais convidados não expressam a opinião do UOL, nem de quaisquer empresas de seu grupo, não se responsabilizando o UOL pela sua veracidade ou exatidão. Os produtos de investimentos mencionados neste material podem não ser adequados para todos os perfis de investidores que, antes de qualquer decisão, deverão preencher o questionário de suitability para a identificação do seu perfil de investidor e da compatibilidade do produto de investimento escolhido. As informações aqui veiculadas não devem ser consideradas como a única fonte para o processo decisório do investidor, sendo recomendável que este busque orientação independente e leia atentamente os materiais técnicos relativos a cada produto. As projeções e preços apresentados estão sujeitos a variações e podem impactar os portfolios de investimento, causando perdas aos investidores. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de resultados futuros. Este conteúdo não deve ser reproduzido no todo ou em parte, redistribuído ou transmitido para qualquer outra pessoa sem o consentimento prévio do UOL.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes